Morte de Rhaniel Pedro completa 1 mês e família pede justiça: 'Até quando?'

Missa foi realizada para marcar o momento; polícia investiga se homem preso suspeito de estuprar crianças em Maceió tem ligação com o caso

Uma missa foi realizada, nesse domingo (13), por familiares e amigos de Rhaniel Pedro, de 10 anos, para marcar 1 mês do caso do menor, encontrado morto com requintes de crueldade no bairro do Clima Bom, em Maceió. A missa foi celebrada na Paróquia São João Maria Vianney, no mesmo bairro.

Familiares do menino cobram justiça e pedem, também, agilidade por parte das autoridades policiais. "Até quando iremos esperar por uma resposta?", disseram.

Na terça-feira (8), a polícia informou que encontrou brinquedos e preservativos na casa e na oficina do suspeito de estuprar crianças em Maceió. O homem, de 45 anos, foi preso na sexta-feira (4) e pode ter ligação com o caso do menino, que foi encontrado perto da oficina do acusado.

De acordo com o delegado Ronilson Medeiros, os brinquedos foram localizados na casa do suspeito e, por não serem peças de colecionador, chamaram a atenção dos investigadores. Já os preservativos foram encontrados na oficina dele junto a um colchão.

Ronilson disse, ainda, que o colchão passou por um perícia, a fim de ser descoberto alguma mancha de sengue ou sêmen, o que podem ajudar na investigação. O resultado deve sair em breve.

O delegado acrescentou, ainda, que não há indícios da participação do suspeito na morte de Rhaniel, mas que situação segue sendo investigada.