Presidente da Argentina erra citação e diz que ‘brasileiros vieram da selva; argentinos, da Europa’

Alberto Fernández falava a empresários espanhóis e argentinos e ao primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, durante evento na Casa Rosada

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, se equivocou nesta quarta-feira (9), ao fazer uma citação que despertou reações ofendidas de mexicanos e brasileiros em redes sociais.

“Os mexicanos vieram dos índios, os brasileiros saíram da selva, mas nós os argentinos, chegamos de barcos. E eram barcos que vieram de lá, da Europa”, disse ele, durante um evento com o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, e empresários argentinos e espanhóis, nesta quarta-feira (9).

Fernández afirmou que estava citando um trecho de uma obra do poeta mexicano Octavio Paz, vencedor de um Prêmio Nobel de Literatura, mas na verdade mencionou parte da música "Llegamos de Los Barcos", lançada em 1982 pelo músico argentino Litto Nebbia, de quem já se declarou fã.

Possivelmente, o presidente se confundiu com a frase “os mexicanos descendem dos astecas, os peruanos dos incas e os argentinos, dos navios”, esta sim de autoria do autor mexicano.

O encontro aconteceu na Casa Rosada, sede da presidência argentina. Quando citou a letra, Fernandez falava sobre as relações entre seu país e a Europa, se declarando um "europeísta" e elogiando a aproximação com empresários daquele continente.