Presidente da Argentina diz que 'brasileiros vieram da selva'

Alberto Fernández afirmou também que os argentinos chegaram de barcos da Europa; após a repercussão, ele se desculpou nas redes sociais

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, foi alvo de críticas após declarar que os brasileiros vieram da selva e que os argentinos chegaram de barcos da Europa nesta quarta-feira (9).

A fala de Fernández foi feita em um evento com o premiê da Espanha, Pedro Sánchez.

"Particularmente, eu sou um europeísta. Sou alguém que crê na Europa, porque, sobre a Europa, escreveu certa vez Octavio Paz, que os mexicanos saíram dos índios, os brasileiros saíram da selva, mas nós - os argentinos - chegamos de barcos. E eram barcos que vinham de lá, da Europa", disse o presidente argentino.

Após a repercussão negativa, Fernández se desculpou pela fala através de seu perfil no Twitter.

"Afirmou-se mais de uma vez que 'os argentinos descendem de navios'. Na primeira metade do século 20, recebemos mais de 5 milhões de imigrantes que viviam com nossos povos nativos. Nossa diversidade é um orgulho. Eu não quis ofender a ninguém, de qualquer forma, a quem se sentiu ofendido ou invisibilizado, desde já minhas desculpas", escreveu.

A polêmica também se estendeu para o crédito incorreto da citação ao escritor Octavio Paz. A frase, na verdade, faz parte de uma canção do músico argentino Litto Nebbia.