Papa visita Hiroshima e Nagasaki para alertar contra as armas nucleares

Viagem do pontífice começa na Tailândia e vai visitar o Patriarca Supremo dos Budistas

O Papa Francisco vai visitar Hiroshima e Nagasaki para enviar uma mensagem contra a proliferação de armas nucleares, durante sua viagem à Tailândia e ao Japão de 19 a 26 de novembro.
Segundo o programa da viagem hoje apresentado pelo Vaticano, a mensagem de Francisco contra as armas nucleares será feita no Parque da Paz de Nagasaki, criado para assinalar o bombardeamento nuclear na cidade em 9 de agosto de 1945, durante a II Guerra Mundial.
A viagem do pontífice começa na Tailândia, onde, além da reunião com as autoridades, vai visitar o Patriarca Supremo dos Budistas no templo de Wat Ratchabophit Sathit Maha Simaram.
Em Banguecoque, o líder da Igreja Católica tem prevista a participação numa reunião com cristãos e outros líderes religiosos da Universidade Chulalongkorn e celebra uma missa para jovens na Catedral da Assunção.
O pontífice argentino, que nos seus primeiros anos do sacerdócio desejava ser missionário no Japão, visita este país a partir de 23 de novembro.
Além da deslocação às duas cidades bombardeadas pelos Estados Unidos em 1945, o papa também tem encontro em Tóquio com as vítimas do chamado triplo desastre: o terremoto de magnitude 9 ocorrido em 11 de março de 2011, que gerou um tsunami e o acidente na central nuclear de Fukushima.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p