Homem mais velho do mundo morre aos 112 anos na Espanha

Saturnino de la Fuente morreu em sua casa em León. Nascido em 11 de fevereiro de 1909, ele foi sapateiro e teve oito filhos, 14 netos e 22 bisnetos

Saturnino de la Fuente, um espanhol descrito pelo Guinness World Records como o homem mais velho do mundo, morreu nesta terça-feira (18) aos 112 anos, informou uma reportagem espanhola.

De la Fuente faleceu em sua casa em León, uma cidade no noroeste da Espanha, informou a agência de notícias estatal EFE.

O Guinness World Records nomeou De la Fuente como o homem mais velho do mundo em setembro passado, mas não respondeu imediatamente nesta terça-feira a um pedido de comentários. As autoridades de León disseram que não podiam comentar um assunto privado.

Ele nasceu no bairro Puente Castro de León em 11 de fevereiro de 1909, disse o Guinness World Records.

De la Fuente era sapateiro de profissão e começou a trabalhar em uma fábrica de calçados aos 13 anos, informou a EFE.

Ele sobreviveu à pandemia de gripe espanhola que eclodiu em 1918 e com sua esposa Antonina teve oito filhos, seguidos por 14 netos e 22 bisnetos, segundo a EFE.

Saturnino de la Fuente deve ser enterrado na quarta-feira em um cemitério local, disse a agência.