Emmanuel Macron alarga medidas de confinamento até 11 de maio

Presidente francês fez hoje uma comunicação ao país onde anunciou que as medidas de confinamento serão mantidas até 11 de maio

Emmanuel Macron, presidente francês, anunciou nesta segunda-feira (13) a continuação da quarentena até 11 de maio, pouco depois ter sido anunciada a primeira subida em quatro dias (ainda que ligeira) do registro diário de mortes. O presidente afirma, porém, "haver esperança" quanto ao fim da pandemia no país.
"Temos que continuar os nossos esforços e aplicar as regras. Quanto mais elas forem respeitadas, mais vidas vamos salvar. É por isso que o confinamento vai continuar até 11 de maio", disse.
Macron reconheceu também algumas ineficiências no combate a propagação e no tratamento da doença Covid-19 "como acontece em todos os países".
O governante indicou que, a partir de 11 de maio, serão gradualmente reabertas as empresas, escolas e serviços, permanecendo fechados locais como restaurantes, cafés, hotéis ou museus. Também a partir dessa data será aconselhado o uso de máscara em locais públicos.
As fronteiras do país continuarão fechadas a países não europeus, até ordem em contrário.
Autoridades de Saúde francesas indicaram nesta segunda-feira que o número total de mortes ascendeu a 14.967, com mais de 98 mil casos de infecção confirmados desde o início do surto viral no país.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p