Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > MACEIÓ

Liderados por sindicatos, trabalhadores fazem ato público na orla de Maceió

Grupo saiu em caminhada nesta manhã contra a possível privatização da Eletrobras, dos Correios e da Casal

Liderados por movimentos sindicais, trabalhadores da Eletrobras Distribuição Alagoas, da Companhia de Abastecimento e Saneamento de Alagoas (Casal) e da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos realizaram um ato público, neste domingo (7) pela manhã, na orla de Maceió contra uma possível privatização das empresas.

Com faixas e cartazes, o grupo saiu em caminhada do Posto 7, na praia de Jatiúca, até um hotel localizado no bairro de Ponta Verde. Os trabalhadores alegam que uma possível privatização deve acarretar na precarização dos serviços que são ofertados para a população.

Leia também

"Esta é uma manifestação da classe trabalhadora. Estamos reunidos com funcionários da Ceal, Casal e de todos que estão lutando pela mesma causa. As decisões tomadas pelo governo interino ameaçam a vida das empresas públicas e privatizar não é a solução", afirmou Nestor Powell, presidente do Sindicato dos Urbanitários de Alagoas.

O presidente do Sindicato dos Correios, Altanes Holanda, diz que a qualidade dos serviços ofertados deve cair consideravelmente caso empresa seja privatizada. "Cerca de 90% das agências dos Correios espalhadas pelo Brasil dão prejuízo. Que tipo de  empresário teria interesse nisso? Privatizar, ao contrario do que pensam as pessoas, só iria piorar o serviço, com o aumento das tarifas e de fechamento de agencias do interior".

O vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), José Cícero, afirmou que, a partir do dia 9, devem acontecer atos em todas as capitais contra a privatização. "A CUT sempre defendeu as empresas estatais e os concursos públicos. Esse momento é muito importante. Estamos unindo às centrais e, a partir do dia 9, acontecerão diversos atos".


				
					Liderados por sindicatos, trabalhadores fazem ato público na orla de Maceió
FOTO: Camila Barbosa

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas