Família tenta liberação de corpo para velar bebê morto após enxurrada em Maceió

Certidão do menino foi perdida durante a forte chuva e, por isso, parentes correm contra o tempo para solicitar uma segunda via do documento

A família do bebê de dez meses que morreu após ser levado pela enxurrada, nessa quarta-feira (15), tenta liberação do corpo para que ele seja velado. É que a certidão do menino foi perdida durante a forte chuva que caiu em Maceió e, por isso, parentes correm contra o tempo para solicitar uma segunda via do documento.

O velório dele, no entanto, deve acontecer ainda nesta quarta-feira (16), em uma igreja evangélica no mesmo bairro em que o bebê morava, na Chã da Jaqueira, na parte alta da capital.

O menino, identificado como Benjamin, desapareceu após barreira cair sobre sua casa, sendo ele localizado, horas depois, soterrado próximo à residência. A criança estava nos braços da mãe, que tentava deixar o imóvel atingido pelo deslizamento, quando ela escorregou e ele caiu em um córrego, sendo levado pela correnteza.

Chuvas

As chuvas que caíram em Maceió nessa terça-feira (15) estavam previstas para acontecer e muitos foram os prejuízos para os moradores da cidade. Ruas ficaram alagadas e, em alguns locais, ficou inviável a passagem de veículos e de pessoas. Um carro caiu em um córrego e ficou praticamente submerso e até um jacaré foi avistado por populares em via de Bebedouro.