Descaso: Idosa de 73 anos aguarda há quatro meses por cirurgia em leito do HGE

Paciente está à espera de uma prótese que só foi autorizada pela Sesau três meses depois da internação

Maria Barbosa dos Santos, de 73 anos, está desde setembro de 2021 internada no Hospital Geral do Estado (HGE) à espera de uma cirurgia, que ainda não tem data para acontecer. Ela deu entrada com problemas de arritmia cardíaca e o diagnóstico revelou um problema de Aneurisma Abdominal.

Segundo a filha da paciente, Jocélia Barbosa, no dia 27 de setembro o hospital havia informado que a cirurgia seria feita em três semanas, no entanto, no entanto, o procedimento não foi realizado. Depois informaram que seria feita em 45 dias, mas, quatro meses depois, a paciente continua no hospital.

Idosa está há cerca de quatro meses a espera de uma cirurgia no HGE - Foto: TV Gazeta

"Ela está com risco de morte dentro desse hospital porque já está com uns quatro meses e não acontece nada", reclama a filha de Maria Barbosa, afirmando ainda que a mãe está "desesperada".

Sem saber o que fazer, a família buscou o Núcleo de Saúde da Defensoria Público. O órgão informou que está acompanhando o caso e que a demora ocorre por causa da confecção de uma prótese. Informou ainda que essa prótese só foi autorizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em dezembro de 2021, ou seja, três meses depois. O equipamento só deve ficar pronto em 40 dias.

A Assessoria do Hospital Geral do Estado informou à TV Gazeta que está acompanhando a paciente por uma equipe multidisciplinar e que a cirurgia será realizada somente depois da chegada da prótese. O prazo não foi dado pelo hospital.