Justiça determina soltura da mãe do prefeito de Junqueiro

Maria Rejane e o marido, André Luiz Pereira da Silva, foram condenados a 13 anos e quatro meses de prisão por homicídio cometido em 2005

A Justiça de Alagoas determinou a soltura de Maria Rejane Silva, mãe do prefeito da cidade de Junqueiro. A decisão é do juiz Antônio Rafael Wanderley Casado da Silva, da 16ª Vara Criminal da Capital. O alvará de soltura foi divulgado na noite desta quinta-feira (8).

A acusada foi presa, na última terça (6), por cometer um crime de homicídio em 2005, durante o cumprimento de um mandado de prisão. Ela foi encontrada em uma residência localizada em Junqueiro.

Maria Rejane e o marido, André Luiz Pereira da Silva, foram condenados a 13 anos e quatro meses de prisão. O prefeito de Junqueiro, Leandro Silva, é filho do casal. André Luiz foi preso no dia 30 de outubro do ano passado, em Pernambuco.

O CRIME

O casal foi condenado pelo homicídio de Hélio Maurício da Silva. O crime aconteceu em 2005 e foi presenciado por diversas testemunhas.

Segundo a polícia, na ocasião, André Luiz e Rejane Maria teriam discutido com a vítima. O motivo seria um suposto furto de uma carteira.

As investigações apontam que a acusada teria usado uma faca e desferido 17 facadas no corpo de Hélio Mauricio, enquanto André Luiz e um dos filhos o seguravam.

Logo após, o casal fugiu do local, em um caminhão, após perceber que a vítima estava morta. Na fuga passaram com o veículo por cima do cadáver.