Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > JUSTIÇA

Cliente xinga empresa nas redes sociais e terá que pagar indenização

A mulher resolveu expressar o seu descontentamento chamando os integrantes da empresa de "mercenários"


				
					Cliente xinga empresa nas redes sociais e terá que pagar indenização
Justiça condenou cliente a pagar indenização.. Divulgação / TJ-AL

A 5ª Vara Cível de Maceió determinou que uma cliente pague R$ 3 mil a uma empresa de salão de beleza após ela proferir xingamentos contra o estabelecimento comercial pelas redes sociais. A decisão foi publicada nesta terça-feira (9) pelo juiz Maurício Breda.

Segundo a Justiça de Alagoas, a mulher solicitou serviços do salão em domicílio, mas ficou insatisfeita com a cobrança da empresa após ser apresentado o orçamento dos serviços.

Leia também

Com isso, a mulher resolveu expressar o seu descontentamento chamando os integrantes da empresa de "mercenários". O xingamento foi exposto nas redes sociais.

A empresa autora conta que os comentários feitos pela cliente foram negativos e caluniosos. Diz que, além do acontecido, a ré também teria bloqueado a empresa nas redes sociais.

Em defesa, a cliente se apoiou no artigo 5º da Constituição, em relação à liberdade de manifestação de pensamento. Sobre isto, o juiz afirmou: "Por certo haver o direito à livre manifestação do réu, entretanto, esta deve ser realizada sem o excesso de direito. A objetividade da informação exige uma publicação verdadeira e exata".

*Com assessoria

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas