Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > JUSTIÇA

Caso Richard: justiça decreta prisão de quatro suspeitos

Um deles confessou o crime, disse que não participou do assassinato e que foi coagido a participar da ocultação do cadáver

A Justiça de Alagoas decretou a prisão preventiva de quatro suspeitos de terem participado do assassinato e ocultação do cadáver de Richard Yuri Brito dos Santos, de 18 anos. O jovem foi achado nessa quinta-feira (29), enterrado em uma cova funda no município de Marechal Deodoro. Ele estava desaparecido desde a segunda-feira de carnaval.

Os suspeitos que tiveram a prisão decretada têm 19, 21 , 24 e 28 anos. Um deles confessou o crime, disse que não participou do assassinato e que foi coagido a participar da ocultação do cadáver.

Leia também

De acordo com a delegada Liana Franca, o jovem teria sido morto a mando da Facção Comando Vermelho, após suspeita de ser "X9", nome dado para quem repassa informações à polícia.

Inicialmente, duas pessoas que teriam envolvimento com o crime foram presas, uma liberada e outra está foragida. Mas durante audiência de custódia, dos dois suspeitos, a Justiça decretou a prisão preventiva de todos eles.

"Um dos suspeitos compareceu à delegacia com advogado e os outros dois foram presos após ação policial, sendo que um deles confessou a participação, informando que a vítima era 'X9', e o outro negou qualquer envolvimento", informou a autoridade policial.

O corpo de Richard foi encontrado após intensas buscas comandadas pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM), que, na ação, usou cães farejadores.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas