Homem suspeito de maltratar égua é preso em Palmeira dos Índios

Policiais encontraram o animal amarrado a um poste, com lesões no corpo, enquanto o homem bebia em um bar

Um homem de 42 anos de idade foi preso, nessa quarta-feira (23), suspeito de maltratar uma égua na cidade de Palmeira dos Índios, no interior de Alagoas. Segundo a polícia, no dia da prisão, os agentes encontraram o animal amarrado a um poste, com lesões no corpo, enquanto o dono dele bebia em um bar, no bairro São Francisco. Testemunhas afirmam que o animal era espancado com frequência.
A ação envolveu policiais militares do 10º Batalhão de Polícia (BPM) e civis da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Palmeira dos Índios, que flagraram a situação de maus tratos ao animal.
Conforme o relato, policiais encontraram o dono do animal bebendo em um bar na rua Genésio Moreira e a égua amarrada a um poste. O animal apresentava lesões no corpo e muitos carrapatos. Os policiais deram voz de prisão ao homem.
De acordo com um agente da Polícia Civil, testemunhas disseram que o homem espancava frequentemente a égua e deixava a mesma passando fome e sede.  
O animal foi apreendido e entregue aos cuidados da Apapi (Associação Protetora dos Animais de Palmeira dos Índios), onde passará por cuidados veterinários e, após recuperação, será levado para a Casa Azul (instituição que cuida de crianças com autismo) na cidade.
"Maus tratos a animais é crime, e, em alguns casos, não é possível o arbitramento de fiança na delegacia", afirmou o delegado Rosivaldo Vilar.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p