Em Campestre, prefeito nega envolvimento em morte de cachorro a pauladas

Após ser apontado como um dos responsáveis pela morte de um cachorro a pauladas, no Povoado Pau Amarelo, o Prefeito de Campestre Nielson Mendes, conhecido como Pino, negou qualquer envolvimento com o ato e disse que a acusação tem cunho político.

Segundo Nielson, o candidato derrotado nas últimas eleições seria o responsável por simular a denúncia com o intuito político. Ele esclarece que jamais cometeria tamanha crueldade e que não teve qualquer envolvimento com a morte do animal, ocorrida na semana passada.

O prefeito pediu respeito e disse repudiar "tamanha baixeza política por parte da oposição".

"Os acusadores terão de provar e mostrar o suposto vídeo, ingressarei na justiça contra os responsáveis por essa armação".