Corpo de recém-nascido é encontrado em terreno baldio no centro do município de Jundiá

Informações repassadas por populares à polícia dão conta de que o bebê tinha uma das pernas decepada e ainda estava com o cordão umbilical

O corpo de um recém-nascido foi encontrado, nessa terça-feira (21), em um terreno baldio, localizado no centro do município de Jundiá, no interior de Alagoas. Informações repassadas por populares à polícia dão conta de que o bebê tinha uma das pernas decepada e ainda estava com o cordão umbilical.

Assustada, uma moradora da região parou uma guarnição da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar assim que presenciou a cena brutal.

No terreno, os policiais foram informados que uma garota foi vista deixando sacos de lixo, no começo do dia, no mesmo lugar onde o recém-nascido estava. Cães teriam rasgado as sacolas e deixado o corpo exposto.

Os militares, por sua vez, foram até a residência da família da menina e descobriram que se tratava de uma adolescente de 17 anos, que escondeu a gravidez dos pais. Ela foi levada ao Distrito Policial (DP) do município para prestar depoimento.

Na delegacia, ela confessou que deu à luz em casa e o bebê caiu no chão, vindo a falecer. A menor, então, decidiu descartar o corpo no terreno baldio, no centro da cidade.

Não há detalhes, no entanto, do que pode ter acontecido para uma das pernas do recém-nascido ter sido arrancada.

O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML).