Policiais penais prendem mulheres com drogas no Presídio do Agreste

Com o auxílio do scanner de corpo e abordagens, a Polícia Penal conseguiu impedir três tentativas em janeiro

Integrantes da Polícia Penal prenderam duas mulheres – uma delas gestante - no momento em que tentavam entrar com drogas no Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano, interior de Alagoas. O fato ocorreu nesse fim de semana.

No sábado, uma das mulheres foi encontrada com um pacote com cerca de 45 gramas de maconha nas partes íntimas, detectado pelo ‘bodyscan’ (equipamento de inspeção corporal) instalado nas unidades prisionais. Ela foi encaminhada à Polícia Civil e autuada em flagrante. No domingo (29) também houve ocorrência parecida.


O momento das visitas é sempre acompanhado com muita atenção pelas equipes da Polícia Penal que atuam no sistema prisional, por isso, as ações conseguiram impedir três casos, somente este mês, de visitantes que tentavam entrar com drogas nas unidades.


Após abordagem dos policiais penais, as mulheres foram presas e ficam com seus nomes bloqueados no sistema de cadastro da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social, e ficam impedidas de fazer novas visitas no Complexo Penitenciário de Alagoas.


No último dia 16, outra mulher foi presa em flagrante – esposa de um reeducando - ao tentar entrar na Penitenciária de Segurança Máxima, em Maceió, com drogas inseridas nas partes íntimas.

Equipes da Seris realizam revistas rigorosas no intuito de flagrar visitantes tentando entrar com drogas dentro do sistema - Foto: Cortesia

A maconha estava em uma embalagem plástica sendo detectada pelo ‘bodyscan’. A mulher também foi bloqueada no sistema de cadastro da Seris.


Ainda no início de janeiro, uma mulher de 57 anos também foi detida após ser flagrada tentando entrar com quase 1 kg de maconha na Penitenciária Masculina Baldomero Cavalcanti de Oliveira. A droga estava presa ao corpo da suspeita, que estava acompanhada de uma criança.


*Com assessoria SERIS