Novos membros do CBHSF tomam posse em Maceió para mandato de quatro anos

Solenidade foi realizada de modo híbrido, tendo a parte presencial ocorrido no auditório da Associação Comercial

O novo colegiado do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco tomou posse na manhã dessa quinta-feira (16), para um mandato de quatro anos, de 2021 a 2025. Os novos "guardiões do Velho Chico" terão como desafio dar continuidade à tão sonhada revitalização do Rio São Francisco por meio de ações sustentáveis que vão desde a implantação de obras de infraestrutura hídrica, Planos Municipais de Saneamento Básico, projetos de esgotamento sanitário, até trabalhos de mobilização social, educação ambiental, simpósios e seminários, ao longo deste que é o maior rio genuinamente brasileiro.

A solenidade foi realizada de modo híbrido, tendo a parte presencial ocorrido no auditório da Associação Comercial em Maceió (AL), e transmitida pelo canal do CBHSF no youtube.

O processo de renovação dos 124 membros, distribuídos entre titulares e suplentes, foi conduzido pela Câmara Técnica de Articulação Institucional (CTAI), que assegurou ao processo a eleição dos segmentos representativos da entidade, como abastecimento urbano, indústria e mineração, irrigação e uso agropecuário, hidroviário, pesca, turismo e lazer, hidroeletricidade, organizações não governamentais, organizações técnicas de ensino e pesquisa, comunidades tradicionais, povos indígenas, consórcios, associações intermunicipais ou de usuários, além dos poderes públicos municipais, estaduais e federal.

A nova Diretoria Colegiada do CBHSF é integrada pelo presidente, vice-presidente, secretário e coordenadores das Câmaras Consultivas Regionais do Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco.

Concorrendo em Chapa Única, foram eleitos para presidente, José Maciel Nunes de Oliveira; para vice-presidente, Marcus Vinícius Polignano; e, para o cargo de secretário, Almacks Luiz Silva, representando as regiões do Baixo, Alto e Submédio São Francisco, respectivamente. A proposta central da articulação entre as regiões é potencializar a união entre os diversos grupos e coletivos que lutam pela preservação do São Francisco. A chapa busca ainda viabilizar ações que fortaleçam o Comitê e promovam a revitalização do rio em toda sua extensão.

Para a coordenação e secretaria executiva das Câmaras Consultivas Regionais, foram eleitos, respectivamente, na região do Alto, Altino Rodrigues e Adson Ribeiro; no Médio, Ednaldo Campos e Cláudio Pereira; no Submédio, Cláudio Ademar e Abelardo Montenegro; e, no Baixo, Anivaldo Miranda e Rosa Cecília.

O novo presidente do CBHSF, Maciel Oliveira, atua no Comitê desde 2001. Participou ativamente de sua criação e ocupou vários cargos em diversas instâncias do CBH. Destacou, em sua fala, os planos e expectativas para os próximos 4 anos. "Um dos pilares dessa gestão será a defesa da política pública para a melhoria da qualidade e quantidade de águas do Velho Chico. Será uma gestão participativa e democrática. Os planos municipais de saneamento serão uma de nossas prioridades. Nosso papel agora será o de cobrar dos municípios a execução dos Planos já entregues. Outro ponto vai ser a ampliação dos projetos de requalificação ambiental nos municípios, pois percebemos que eles têm trazido grandes benefícios às populações de todas as regiões onde foram implementados", explicou.

O vice-presidente eleito, Marcus Polignano, falou sobre os desafios que a nova gestão vai enfrentar. “Nós temos que nos unir para além do plenário, unir povos, tradições, culturas, para mostrar que o São Francisco é um todo. E a beleza dele está exatamente na diversidade, naquilo que nos torna diferentes. É bom ver aqui quilombolas, indígenas, barranqueiros, pescadores. Nós somos uma diversidade. E é essa diversidade que nos une”, afirmou, durante a plenária, Marcus Vinícius Polignano.