Morre Sargento Nanan, sanfoneiro e ícone do folclore em Maceió

Artista foi vítima de um infarto; Fórum Permanente de Cultura Popular e do Artesanato Alagoano emitiu nota de pesar e suspendeu atividades neste domingo

Manuel Marcionilo de Souza, mais conhecido como "Sargento Nanan", morreu, na tarde desse sábado (23), vítima de um infarto. Ele era sanfoneiro e considerado um "vulto folclórico" de Maceió.

O Fórum Permanente de Cultura Popular e do Artesanato Alagoano emitiu uma nota de pesar, lamentando a morte do artista, que sempre atraiu e divertiu turistas em frente à feirinha de artesanato da Pajuçara.

Em virtude do falecimento, o fórum suspendeu todas as atividades neste domingo (24).

VEJA NOTA DE PESAR

O Fórum Permanente de Cultura Popular e do Artesanato Alagoano, consternado, manifesta os seus votos de pesar pela perda de Manuel Marcionilo de Souza (Sargento Nanan), sanfoneiro e vulto folclórico de Maceió, ocorrida na tarde deste Sábado (23), vítima de um infarto.

Nos solidarizamos aos familiares com desejos de luz, conforto e perseverança na continuidade do legado desta grande artista popular.

Em respeito a sua memória, suspendemos todas as atividades do Fórum neste Domingo.

Nanan que sempre embalou os turistas em frente a feirinha de artesanato na Pajuçara deixará para sempre na lembrança também dos maceioenses seu jeito simples e alegre de viver a vida. Se tornou, sem dúvidas, uma figura folclórica do forró alagoano. E como uma vela no altar da igreja se entregou até o último instante a sua missão de sanfoneiro autodidata.