Missa de corpo presente marca despedida de vítimas de acidente com ônibus em MG

Corpos de Cicero de Oliveira Lima, Amanda Lima Rodrigues, Marcondes Teixeira Lima, Cicero Jamerson e Izabel Cristina Melo Lima

Uma missa de corpo presente marca, na manhã desta terça-feira (08), em Água Branca, o adeus às vítimas que morreram na queda do ônibus de um viaduto na BR-381, em João Monlevade, em Minas Gerais, na última sexta-feira (04). 
Para a celebração de despedida, o responsável por passar uma mensagem de conforto aos amigos e familiares, é o padre José Aparecido, da paróquia da cidade. 
No ginásio, onde acontece o último adeus, estão os corpos de Cicero de Oliveira Lima, Amanda Lima Rodrigues, Marcondes Teixeira Lima, Cicero Jamerson e Izabel Cristina Melo Lima. Já o corpo de Ednaldo foi levado  para zona rural, e será sepultado no cemitério do povoado Tingui.
Durante a madrugada, os corpos de Amanda Lima Rodrigues, Marcondes Teixeira Lima, Izabel Cristina Melo Lima (que são parentes), por decisão das famílias, foram levados para serem velados no povoado Serra do Cavalo e retornaram para o velório coletivo nas primeiras horas desta terça.
O ACIDENTE
O ônibus da empresa Localima Turismo saiu de um povoado na zona rural de Mata Grande, em Alagoas, na manhã de quinta-feira (3) e ia para São Paulo (SP). A principal suspeita da causa do acidente é de falha no freio do veículo. Além dos 19 mortos, 27 pessoas ficaram feridas.
Os corpos de 14 das 19 vítimas que morreram na queda do ônibus de um viaduto na BR-381, em João Monlevade, em Minas Gerais, chegaram a Alagoas no início da noite dessa segunda-feira (7). Eles foram levados de Belo Horizonte para Paulo Afonso (BA) em um avião da Força Área Brasileira (FAB) e de lá seguiram para cidades alagoanas em veículos do Corpo de Bombeiros.