Mesmo com prorrogação da campanha, Maceió não atinge nem metade da meta de vacinação contra a paralisia infantil

Dados da Secretaria Municipal de Saúde mostram que a capital tem apenas 33% de crianças imunizadas; a meta do Ministério da Saúde é de 95%

Dados da campanha de vacinação contra a paralisia infantil em Maceió mostram que menos de 35% das crianças foram imunizadas. A campanha, que acontece em todo o país, chegou ao fim nessa sexta-feira (30), mas foi prorrogada pela segunda vez até 31 de outubro.

Os dados, divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde de Maceió, mostram que somente 33% do público vacinável - crianças na faixa etária de 1 a menores de 5 anos de idade -, receberam a dose da vacina. Sendo assim, 17.100 doses foram aplicadas na capital alagoana.

No início da campanha, o Ministério da Saúde informou que a meta é de imunizar 95% das crianças. Com isso, em Maceió, pelo menos 62% das 51.846 crianças ainda não tomaram a vacina.

Em todo o país, apenas 54% das crianças foram imunizadas até a última quarta (28). Em números absolutos, um total de 6.273.472 doses foram utilizadas.

Segundo o Ministério da Saúde, Alagoas é um dos estados com a maior cobertura vacinal, chegando a 75,65%. No entanto, nem o estado alagoano ou outra unidade federativa do Brasil conseguiram atingir a meta de vacinação do Ministério da Saúde (MS).

Tirando Alagoas, os estados com as maiores coberturas são Paraíba (86,82%), Amapá (82,85%), Santa Catarina (73,05%) e Ceará (69,41%). Os que menos vacinaram foram Roraima (23,17%), Acre (24,49%), Rio de Janeiro (30,59%), Distrito Federal (33,09%) e Pará (38,20).