Esposa de Aranha pede orações: 'É guerreiro. Tenho muita fé'

Com Covid, ex-goleiro está na UTI de hospital em MG.

A esposa do ex-goleiro Aranha, Juliana Aquino, pede orações ao marido, que está internado na UTI em tratamento da Covid-19 no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre (MG). O ex-atleta, conforme apurado pelo ge, não precisou ser intubado. Ex-clubes fazem corrente por recuperação.

"Peço oração, o Aranha é guerreiro, tenho muita fé que logo ele vai estar em casa de volta", disse a esposa de Aranha por áudio enviado ao G1 por familiares.

"Venho agradecer a corrente de oração de todos os amigos, todas aquelas pessoas que sempre admiraram o Aranha. Em especial o nosso agradecimento à toda equipe de enfermagem, equipe médica e equipe do Hospital Samuel Libânio em Pouso Alegre. Muito obrigado a todos, muita fé. Se cuidem todos, essa Covid não é brincadeira, se cuidem todos", completou.

A esposa de Aranha também chegou a ser hospitalizada devido a complicações da doença e já teve alta. O ex-jogador passou a apresentar os sintomas em seguida.

Segundo a assessoria de imprensa de Aranha, ele está internado desde sábado (5) e está evoluindo bem no tratamento contra a doença.

Até a última atualização desta reportagem, a assessoria do Hospital das Clínicas Samuel Libânio não havia se manifestado. A Prefeitura de Pouso Alegre disse que não informa dados sobre os pacientes.

Aranha

O ex-goleiro, com passagens por Ponte Preta, Atlético-MG, Santos, Palmeiras e Joinville, encerrou a carreira no Avaí em 2018. Pelo Santos, foi campeão da Copa Libertadores em 2011 e da Recopa Sul-americana em 2012. Em 2015, conquistou a Copa do Brasil pelo Palmeiras.

A carreira de Aranha ficou marcada por um episódio em 2014 quando ainda era jogador do Santos. Ele foi vítima de racismo na Arena do Grêmio, em um jogo do Peixe como visitante no Sul. Os insultos foram flagrados pelas câmeras e repercutiram por todo o país.