Alagoas tem 889 novos casos e 18 mortes por Covid-19, aponta boletim

De acordo com a Sesau, há atualmente 9.854 casos em investigação laboratorial

Alagoas registrou 889 novos casos e 18 mortes por Covid-19 em 24 horas, conforme Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta quarta-feira (5). Dessa forma, o estado tem um total de 176.835 casos confirmados e 4.311 óbitos provocados pelo novo coronavírus. Entre as vítimas confirmadas no boletim, estão um homem de 26 anos e uma mulher de 21.

Conforme o boletim, há atualmente 3.586 em isolamento domiciliar. Outros 168.236 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há, ainda, 9.854 casos em investigação laboratorial.

Entre as 18 mortes confirmadas nesta quarta, oito vítimas residiam na capital alagoana e 10 no interior do Estado. As vítimas de Maceió eram seis homens de 26, 44, 72, 73, 79 e 81 anos, além de duas mulheres de 53 e 84 anos. O homem de 26 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; o homem de 44 anos era diabético e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 72 anos era ex-tabagista e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; o homem de 73 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 79 anos era hipertenso, ex-tabagista e morreu no Hospital Veredas, em Maceió; o homem de 81 anos tinha Alzheimer, nefropatia, diabetes e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; a mulher de 53 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; e a mulher de 84 anos tinha doença cardiovascular, diabetes e morreu em seu domicílio.

Em relação às 10 vítimas que residiam no interior do Estado, eram cinco homens de 42 54, 55, 59 e 69 anos, além de cinco mulheres de 21, 66, 75, 78 e 81 anos. O homem de 42 anos morava em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; o homem de 54 anos morava em Arapiraca, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 55 anos residia em Rio Largo, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; o homem de 59 anos residia em Boca da Mata, tinha doença renal crônica e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; o homem de 69 anos residia em Arapiraca, era hipertenso, diabético e morreu também no Hospital Chama, em Arapiraca; a mulher de 21 anos residia em Roteiro, tinha osteossarcoma e morreu em seu domicílio; a mulher de 66 anos morava em São Sebastião, tinha hipertensão, era obesa e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; a mulher de 75 anos residia em Campo Alegre, era ex-tabagista e morreu no Hospital Veredas, em Maceió; a mulher de 78 anos morava em Marechal Deodoro, tinha doença cardiovascular crônica e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; e a mulher de 81 anos morava em Delmiro Gouveia, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Clodolfo Rodrigues, em Santana do Ipanema.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 4.311 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 4.303 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 2.396 eram do sexo masculino e 1.907 do sexo feminino. Eram 1.984 pessoas que residiam em Maceió e as outras 2.319 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.