Rebeca Andrade é prata nas barras assimétricas na Copa do Mundo de Paris

Rebeca vai ao pódio no palco da próxima Olimpíada com a nota de 14,650, apenas 0,050 atrás da americana Shilese Jones; brasileira foi poupada e não competiu nos demais aparelhos

A brasileira Rebeca Andrade conquistou, neste domingo, a medalha de prata nas barras assimétricas da etapa de Paris da Copa do Mundo de ginástica artística. O evento foi disputado no mesmo palco da próxima edição das Olimpíadas, em Paris 2024, e serve como preparação para o Campeonato Mundial da modalidade, que será na Inglaterra em outubro. Rebeca tirou a nota de 14,650 e ficou apenas 0,050 atrás da americana Shilese Jones, que saiu com o ouro.

A etapa de Paris da Copa do Mundo é a última grande competição antes do Campeonato Mundial, principal evento da temporada, que está marcado para o fim de outubro, na Inglaterra. O evento reuniu boa parte das principais ginastas do planeta, incluindo titulares da equipe americana, que geralmente não participam de etapas da Copa do Mundo.

Rebeca Andrade é atual campeã olímpica e mundial do salto, além de ter sido prata nas Olimpíadas no individual geral (soma dos quatro aparelhos) e também prata no Campeonato Mundial na prova das barras assimétricas. Nesta Copa do Mundo, foi poupada dos demais aparelhos por conta da proximidade do Campeonato Mundial, e competiu apenas nas barras.

Ainda na prova de assimétricas, Lorrane Oliveira ficou em sétimo , com 12,950, em uma apresentação sem quedas, mas com mais falhas do que a que ela fez nas eliminatórias. No solo, Yuri Guimarães, um dos grandes nomes da nova geração da ginástica brasileira, acabou falhando em sua apresentação e ficou em sétimo com 12,350.Nas argolas, Caio Souza sofreu uma queda após uma bela apresentação e ficou em oitavo, com 13,500.