Morre Paulo Goulart, ex-goleiro do Fluminense na década de 1980

Considerado o maior pegador de pênaltis da história do Tricolor, ex-jogador ajudou na conquista do Brasileiro de 1984 e nos Cariocas de 1980, 1983 e 1984

Paulo Goulart, ex-goleiro do Fluminense, morreu na manhã desta sexta-feira (15), em Muriaé. Paulo ficou conhecido por sua incrível habilidade em defender pênaltis e por trazer glórias ao Tricolor.

Com a camisa do time carioca, ele foi tricampeão da Taça Guanabara, tricampeão Carioca e, em 1984, ajudou a equipe a conquistar o segundo Campeonato Brasileiro da história do clube. Assim, o ex-goleiro ganhou status de ídolo da torcida.

Ainda não há informações sobre os detalhes do velório e sepultamento, mas o Fluminense prestou suas homenagens nas redes sociais, destacando a importância desse grande goleiro para o clube.

- Paulo Goulart, um dos grandes goleiros da nossa história, nos deixou nesta sexta-feira. Campeão carioca em 1980, o ídolo Tricolor defendeu três pênaltis contra o Vasco na decisão do primeiro turno daquele ano. Lamentamos profundamente o falecimento e desejamos muita força aos familiares, amigos e a toda torcida Tricolor, que sempre o admirou. Toda a nossa gratidão, Paulo Goulart - escreveu o Fluminense, em comunicado.

Paulo Goulart é conhecido como o maior pegador de pênaltis da história do clube. No Tricolor disputou 137 jogos e não tomou gol em 58 deles. O ex-goleiro foi revelado pelo Nacional, clube da cidade de Muriaé, onde nasceu, e chegou ao clube das Laranjeiras em 1971, ainda na categoria juvenil. Em 1976, foi integrado ao time profissional e marcou seu nome na história do Fluminense.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p