Gabigol é denunciado no STJD por dizer que futebol brasileiro é uma várzea

Jogador foi denunciado pela expulsão na derrota do Flamengo para o Internacional pela 15ª rodada do Brasileirão

Gabigol foi denunciado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela expulsão na derrota do Flamengo para o Internacional pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Insatisfeito com o cartão amarelo recebido no jogo, o camisa 9 do Flamengo aplaudiu o árbitro, recebeu o segundo amarelo e acabou expulso. O atacante - atualmente com a seleção - ainda falou: "Isso é uma piada! Por isso que o futebol brasileiro é essa várzea".

Em nota, o STJD informou que o julgamento de Gabigol será na próxima sexta-feira, dia 17, às 10h (horário de Brasília). O jogador "responderá por conduta contrária à disciplina ou à ética, duas vezes" após ser enquadrado no artigo 258, §2º,II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

"Este fato também se revela de extrema gravidade porque foi direcionado ao quarto árbitro da partida e com o nítido propósito de expor os profissionais à retaliação pública, eis que próximo das câmeras da televisão e de captação de áudio. A frase do denunciado, ao indicar que o futebol brasileiro é uma várzea por causa dos juízes de futebol, ofende toda a categoria e deve ser severamente punido por este órgão judicante", sustenta a Procuradoria.

Caso seja condenado, o artilheiro poderá receber de um e seis jogos de suspensão. O resultado, porém, não impede que o jogador encare o Palmeiras no próximo domingo, às 16h, no Allianz Parque.