Fortaleza repudia agressões sofridas por Robson no desembarque da delegação

O Leão do Pici divulgou uma nota oficial nas redes sociais rupudiando os atos e que está dando todo o suporte para o jogador

Nesta sexta-feira, o Fortaleza retornou à capital cearense após perder para o Avaí por 3 a 2, pela 12ª rodada do Brasileirão. Torcedores do clube nordestino foram ao aeroporto para protestar e o atacante Robson acabou sofrendo agressões.

O Leão do Pici divulgou uma nota oficial nas redes sociais rupudiando os atos e que está dando todo o suporte para o jogador. O clube também informou que está analisando o caso para uma eventual adoção de medidas legais.

Atualmente, o Fortaleza é o lanterna do Brasileirão, com apenas sete pontos. A equipe Juan Pablo Vojvoda tem apenas uma vitória, quatro empates e sete derrotas.

Vale ressaltar que o Leão do Pici disputa neste, pela primeira vez em sua história, a Libertadores. O time, inclusive, está classificado para as oitavas de final, fase em que vai enfrentar o Estudiantes, da Argentina.

Confira o comunicado oficial do Fortaleza: 

"O Fortaleza Esporte Clube repudia, veementemente, as agressões sofridas pelo atacante Robson e demais atletas registradas na tarde desta sexta-feira (17).

O caso aconteceu após a delegação desembarcar no Aeroporto Internacional de Fortaleza após retorno à capital cearense depois da partida contra o Avaí, em Florianópolis.

O Clube está dando todo suporte ao atleta e analisando o fato para verificar a necessidade de eventual adoção de medidas legais. Entendemos o momento difícil, as cobranças e a necessidade de melhorar, desde que os protestos não envolvam violência."