Cruzeiro paga dívida por Arrascaeta para voltar a contratar jogadores

Dívida diz respeito ao ano de 2015, quando o clube mineiro contratou o meia junto ao Defensor (URU)

O Cruzeiro deu um passo importante para acabar com a punição da Fifa que o impede de registar jogadores. A Raposa pagou a dívida que tinha com o Defensor do Uruguai referente ao meia Giorgian De Arrascaeta.

Contratado em 2015, o débito inicial era de 8 milhões, mas houve acréscimo de juros e taxas. A informação foi confirmada pelo advogado Eduardo Carlezzo, que representa os uruguaios no Brasil, informa o GE.

Com a quitação da dívida, o Defensor já teria comunicado à Fifa sobre o acordo, para que o Transfer Ban (proibição de registrar novos jogadores) seja extinto.

No entanto, para o Cruzeiro voltar a fazer contratações, será necessário resolver outra pendência. Adquirido também em 2015 junto ao Mazlatán, do México, Duvier Riascos é outro atleta que gerou pendências financeiras que ainda não foram resolvidas.

Para regularizar a situação, o clube precisa pagar ou encaminhar algum acordo para pagamento. Feito isso, a Fifa libera o registro de jogadores na CBF.

Com a saída do goleiro Fábio e de outros atletas, o Cruzeiro tenta agilizar o processo de regularização para repor peças importantes no elenco.