CBF assume gestão da seleção brasileira de futsal; veja o que muda!

Confederação passa a cuidar também da logística e administração de patrocínios, registros e transferências de jogadores; vivendo crise financeira, CBFS continua na organização das competições

Na última quarta-feira (8), a CBF anunciou oficialmente que vai assumir a gestão da seleção brasileira de futsal, além de representar a modalidade junto à FIFA e Conmebol. A organização confirmou em seu site o que já vinha sendo pleiteado pelos próprios atletas há anos. A CBFS, que antes administrava o esporte, passa por muitos problemas financeiros, o que dificultava seu trabalho.

Esse é um passo muito importante para o desenvolvimento da estrutura do futsal brasileiro, já que a partir de agora toda a logística e administração fica por conta da CBF, assim como a captação de patrocínios, e registros e transferências de jogadores. Com isso, a seleção passará a utilizar uniformes da Nike, como é no futebol de campo.

A mudança de gestão, no entanto, não afeta a organização das competições nacionais e de federações da modalidade (Liga Nacional, Supercopa e Taça Brasil, por exemplo), que continuarão administradas pela CBFS, que terá resguardada sua autonomia jurídica, administrativa e patrimonial, além de sua independência econômica e financeira com relação à CBF, como afirma a ata divulgada.

Vale lembrar que em 2017 a CBF já havia atuado na gestão da seleção brasileira de futsal, através de uma parceria que envolvia o Grupo Águia, uma empresa de marketing esportivo, e a própria CBFS. Porém, o acordo foi rompido em menos de seis meses.