Botafogo sofre gol no último minuto e empata com o Coritiba

Glorioso chega ao nono jogo sem vitória na competição e vê o Palmeiras abrir 3 pontos na liderança

O Botafogo mais uma vez deixa a vitória escapar nos minutos finais e se complicou na luta pelo título do Brasileirão. O Glorioso empatou com o Coritiba, no Couto Pereira sem público, em 1 a 1. Os gols foram marcados nos acréscimos do segundo tempo. Tiquinho Soares abriu o placar aos 51 minutos, em cobrança de pênalti. Dois minutos depois, Edu marcou, frustrando a euforia dos botafoguenses.

Com o resultado, o Botafogo assumiu a vice-liderança do Brasileirão, com 63 pontos, porém o Palmeiras venceu na rodada, chegou aos 66 e pode ser campeão no domingo (3). O Coritiba já está rebaixado, tem 29 pontos e ocupa a penúltima colocação.

CINCO LANCES QUE MARCARAM A PARTIDA

ALIVIOU. Tiquinho Soares, já com cartão amarelo, entrou por cima em dividida, mas o árbitro fez por menos.
CHUVEIRO MAIS CEDO! Eduardo entrou de carrinho no tornozelo de Andrey e foi expulso direto após chamado do VAR
SEM NECESSIDADE. Jamerson deu um carrinho por trás em Júnior Santos e levou cartão vermelho.
GOL DA VITÓRIA! Tiquinho Soares converte pênalti nos acréscimos e deixa Botafogo vivo na luta pelo título, porém...
SÓ QUE NÃO! Na saída de bola, Natanael serve Edu que só tem o trabalho de escorar para o gol vazio.

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO?
Na luta pelo título, o Botafogo tomou a iniciativa da partida e pressionou o Coritiba nos minutos iniciais. O Glorioso conseguiu finalizar pelo menos três vezes com perigo, mas o goleiro Pedro Morisco, estreante da noite, realizou boas defesas. Com o passar do tempo, o Coxa entrou no jogo e passou a levar perigo contra Lucas Perri. A situação ficou ainda melhor para os donos da casa, após a expulsão de Eduardo, que levou o cartão vermelho após a intervenção do VAR. O Botafogo conseguiu segurar a pressão, até a expulsão de Jamerson, nos acréscimos, que mudaria o rumo do segundo tempo.

E A ETAPA FINAL?
Com a igualdade de jogadores em campo, o Botafogo voltou com muito mais ímpeto e pressionou o Coritiba, que buscou se defender para sair no contra-ataque. O Glorioso teve a posse de bola, cercou a área, mas não levou tanto perigo, buscando o gol mais na base do abafa e abusando dos cruzamentos para a área. Conforme o tempo foi passando, a ansiedade tomou conta dos jogadores botafoguenses. Carlos Alberto teve uma chance clara já nos acréscimos, mas acabou chutando por cima do gol. O mesmo Carlos Alberto foi derrubado e sofreu pênalti. Na cobrança, Tiquinho Soares não perdoou e marcou o gol, que seria o da vitória, mas o Coritiba empatou na saída de bola, com Edu, que recebeu de Natanael e escorou para o gol vazio.

O QUE VEM POR AÍ?
O Botafogo volta a jogar no domingo (3), às 18h30, no Nilton Santos, contra o Cruzeiro. No mesmo dia e horário, o Coritiba visita o Red Bull Bragantino no Nabi Abi Chedid.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p