Vettel é punido e perde cinco posições no grid da Rússia por troca de câmbio

Carro para de funcionar e precisa ser empurrado por mecânicos. Regra prevê punição para quem substituir peça antes de ciclo mínimo de seis corridas

E o calvário de Sebastian Vettel em 2016 parece não ter fim. Logo após ao alemão fazer uma ótima volta no segundo treino livre para o GP da Rússia, nesta sexta-feira, sua Ferrari parou de funcionar, obrigando o tetracampeão a parar no meio da reta dos boxes e ser removido empurrado por mecânicos até os boxes da escuderia italiana. 
Inicialmente, piloto e equipe acharam se tratar de um problema elétrico, já que o painel no volante apagou completamente. Mas após uma breve investigação, o time de Maranello constatou que seria necessário trocar a caixa de câmbio. Como a troca sem penalidades só pode ser feita quando a peça completa o ciclo mínimo de seis etapas - esta é a quarta -, o piloto recebe uma punição de cinco lugares no grid de largada em Sochi. 
O caminho de Sebastian tem sido bem mais duro de percorrer do que nos quatro anos em que foi campeão. O piloto ainda não venceu ou conquistou a pole em 2016. Além de já estar segunda caixa de câmbio, Vettel já usa seu segundo motor também (dos cinco disponíveis para toda a temporada), já que o primeiro parou de funcionar momentos antes da largada do GP do Bahrein, ainda na volta de apresentação. No GP da China, se enroscou com o companheiro após se assustar com o "torpedo" Kvyat na primeira curva.
O alemão volta à pista de Sochi na manhã deste sábado. O GloboEsporte.com traz as notícias em tempo real com o treino classificatório a partir das 9h (horário de Brasília).