Rio 2016 admite falha e promete água azul nas piscinas na tarde desta quarta

Diretor de comunicação descarta riscos: "Falhamos em observar que, com mais atletas, poderia ter um efeito na água"

A curiosa mudança de cor na água das piscinas do Maria Lenk, que recebe as disputas de polo aquático e saltos ornamentais da Olimpíada, ganhou uma explicação nesta quarta-feira. A justificativa partiu do diretor de comunicação do Comitê Rio 2016, Mario Andrada, no briefing diário ao lado do Comitê Olímpico Internacional (COI): um decréscimo no nível de alcalinidade da água fez com que a água ficasse verde e até a piscina principal fosse afetada. Andrada admitiu que houve uma falha do comitê em observar que, com mais atletas na água, poderia ocorrer essa alteração, mas disse que a água deve voltar à cor azul nesta tarde e não há qualquer risco à saúde dos atletas.
Na terça-feira, apenas a piscina usada nos saltos ornamentais mudou de cor. Nesta quarta-feira, o local usado para as competições do polo, logo ao lado, também amanheceu com a água em tom esverdeado. 

Piscina usada nos jogos de pólo aquático amanheceu verde nesta quarta - Foto: FOTO: Reuters

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p