Procuradoria Antidoping da Itália pede 4 anos de suspensão para Pogba

Meio-campista da Juventus de Turim testou positivo para testosterona em agosto

A Procuradoria Antidoping italiana solicitou nesta quinta-feira (7) uma suspensão de quatro anos do meio-campista francês Paul Pogba, da Juventus de Turim, que testou positivo para testosterona em agosto, disse uma fonte do clube à AFP.

"Posso confirmar que recebemos esta manhã uma notificação da procuradoria antidoping, com este pedido de suspensão" de quatro anos, disse esta fonte à AFP, confirmando a informação que foi divulgada nos meios de comunicação italianos.

Paul Pogba, campeão mundial de 2018, testou positivo em agosto, na primeira rodada do campeonato italiano, num jogo entre Udinese e Juventus.

Menos de um mês depois de sua suspensão provisória anunciada em 11 de setembro pela agência antidoping italiana (NADO), Pogba, de 30 anos, soube no início de outubro que a análise de sua amostra B mostrou a presença de metabólitos de testosterona, como a amostra A.

Pogba poderá ser punido, segundo o Código Mundial Antidoping, com uma suspensão de quatro anos, com possibilidade de redução pela metade se conseguir provar que não foi intencional. A sanção poderá até ser limitada a alguns meses caso o uso da substância tenha ocorrido "fora da competição e não vinculado ao seu nível de desempenho".

Para explicar o resultado positivo, o entorno do jogador indicou em setembro que os metabólitos de testosterona viriam de um suplemento alimentar prescrito por um médico que ele consultou nos Estados Unidos.

A testosterona, um hormônio da fertilidade e da sexualidade masculina, favorece o desenvolvimento muscular.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p