Paris e outras cinco cidades francesas anunciam boicote à Copa de 2022

Paris, Lille, Estrasburgo, Reims, Bordeaux e Marselha decidiram não disponibilizar telões ou organizar eventos para transmitir os jogos

A prefeitura de Paris anunciou, nesta segunda-feira (3/10), que não disponibilizará telões ou organizará eventos na cidade para transmitir os jogos da Copa do Mundo do Catar. Outras cinco cidades francesas (Lille, Estrasburgo, Reims, Bordeaux e Marselha) também tomaram essa decisão, como forma de protesto ao país sede do evento.

Em declaração à agência AFP, Pierre Rabadan, secretário de Esportes da capital da França, relatou que a postura foi por conta das “condições da organização deste Mundial, tanto na vertente ambiental como social”.

Já o prefeito de Bordeaux, Pierre Hurmic, pontuou que, caso transmitisse os jogos em locais públicos da cidade, ele não queria se sentir cúmplice com as violações de direitos humanos do Catar.

“Comprometidos com os valores do compartilhamento, da solidariedade no esporte e da construção de um lugar mais sustentável, não podemos contribuir para a promoção da Copa do Mundo de 2022 no Catar, que se tornou um desastre humano e ambiental”, afirmou ele.