Marquinhos será capitão do Brasil na despedida das eliminatórias contra o Chile

Antes do zagueiro do PSG, outros 12 jogadores diferentes ocuparam o posto com o treinador - sendo nove em partidas válidas pelas eliminatórias

Por Bruno Cassucci, Diogo Venturelli, Edgard Maciel de Sá e Marcelo Prado
O Brasil fecha a sua participação nas eliminatórias nesta terça-feira com mais um capitão diferente. Diante do Chile, na arena do Palmeiras, o escolhido para usar a braçadeira foi Marquinhos, de 23 anos. O zagueiro do Paris Saint-Germain será o 13º atleta diferente (e o mais novo deles) a ocupar o posto sob o comando do técnico Tite - sendo o 10º pelo torneio classificatório para a Copa do Mundo.
Antes de Marquinhos, outros 12 jogadores foram capitães da Seleção desde que o treinador assumiu há pouco mais de um ano: o zagueiro Miranda e o lateral-direito Daniel Alves, duas vezes cada um, o zagueiro Thiago Silva, os laterais-esquerdos Marcelo e Filipe Luís, os volantes Casemiro, Fernandinho e Paulinho, os meias Renato Augusto e Philippe Coutinho, e o atacante Neymar, além de Robinho, no amistoso contra a Colômbia que teve só atletas do futebol nacional.
Brasil x Chile tem início marcado para as 20h30 (de Brasília).

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p