Flamengo domina a Chape, goleia por 4 a 0 e está nas quartas da Sul-Americana

Rubro-Negro agora espera o vencedor do duelo entre Fluminense e LDU - no jogo de ida, no Maracanã, o Tricolor venceu por 1 a 0.

Com Juan jogando de terno e os volantes numa noite inspirada, o passeio foi completo na Ilha do Urubu. O Flamengo goleou por 4 a 0 a Chapecoense sem dar chance para o adversário. 
Os dois primeiros gols mostraram volantes participativos que, além de batalharem no combate, aparecem na área para conferir. Cuéllar e Willian Arão foram os autores. O terceiro premiou a atuação de um zagueiro que, aos 38 anos, segue jogando o fino. O quarto mostra que o Fla segue formando bons jogadores, e Lucas Paquetá não desperdiçou grande lançamento de Éverton Ribeiro, caçado em campo.
Classificado para as quartas de final da Copa Sul-Americana, o Flamengo espera o vencedor do duelo entre Fluminense e LDU, marcado para esta quinta-feira, às 19h15, em Quito. Na partida de ida, o Tricolor venceu por 1 a 0, no Maracanã.
Caso o Fluminense avance, a dupla Fla-Flu reedita duelo da Sul-Americana de 2009. Na oportunidade, dois empates (0 a 0 e 1 a 1), mas o gol fora de casa classificou o Tricolor.
Pelo Brasileiro, o Flamengo volta a campo no sábado, às 19h, novamente na Ilha do Urubu. O rival da vez é o Avaí. O Rubro-Negro é o quinto colocado, com 38 pontos.
Trata-se do último duelo antes da decisão da Copa do Brasil, marcada para 27 de setembro, às 21h45, no Mineirão, contra o Cruzeiro.

Juan não deu espaço, abusou do talento em proteções e marcou o segundo gol de sua segunda passagem - Foto: FOTO: André Durão

OLHO NO BRASILEIRO
Ameaçada de rebaixamento, a Chapecoense, 14ª colocada com 28 pontos, um apenas a mais do que tem o São Paulo, time que abre a zona de rebaixamento.
A Chape volta a campo no domingo, às 16h, na Arena Condá, onde recebe a Ponte Preta.
JUAN JOGANDO DE TERNO
Se o jogo foi muito fácil para o Flamengo, Juan tem muito a ver com isso. Não deu espaço, abusou do talento em proteções e marcou o segundo gol de sua segunda passagem pela Gávea. É o 31º dele pelo Rubro-Negro. Agora está a apenas dois de Júnior Baiano, maior artilheiro dentre os zagueiros que vestiram vermelho e preto.
O Flamengo sacramentou sua classificação praticamente no primeiro tempo. Além de terem jogado muito, Cuéllar e Willian Arão marcaram aos 6 e 21 minutos, respectivamente. O colombiano marcou muito e ajudou Trauco a anular Apodi.
POLÊMICAS
Quatro polêmicas marcaram a partida.
No gol de Cuéllar, Guerrero estava sutilmente à frente da linha de defesa da Chape, mas Douglas Grolli tentou desviar a trajetória da bola e deixou o peruano em posição legal. Decisão acertada do trio.
Pouco depois, Willian Arão deu grande lançamento para Berrío, que invadiria a área livre. Jandrei saiu, deu um tapa na meia-lua, e o juiz Michael Espinoza não assinalou falta nem expulsou o goleiro. Errou.
Ainda no primeiro tempo, com 2 a 0 já no placar, Éverton Ribeiro revidou diversas entradas de Wellington Paulista com um pisão em Wellington Paulista. O cartão amarelo ficou barato. 
No fim da etapa final, Pará foi calçado dentro da área por Júlio César, mas o árbitro nada marcou.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p