Esquema tático do Brasil é ideal para Messi "causar problemas", diz Bauza

Técnico da Argentina acha que craque do Barcelona pode afetar posição de Casemiro

A seleção brasileira joga em um esquema tático que pode ser ideal para Lionel Messi brilhar em seu retorno à equipe da Argentina pelas eliminatórias da Copa do Mundo. A opinião é do técnico Edgardo Bauza, em entrevista ao programa "Cómo te va", da rádio Güemes. O craque do Barcelona volta após lesão muscular e poderia se beneficiar do confronto do próximo dia 10, no Mineirão, justamente na posição ocupada por Casemiro, do Real Madrid.
- A volta de Leo (Messi) me deixa tranquilo, pela nossa equipe e também pelo que significa a sua presença para os rivais. Eles (Brasil) jogam no 4-1-4-1 e nesse um do meio (na frente da linha de quatro defensores), se colocarmos Messi, ele pode causar problemas. A equipe tem que dar possibilidade a Messi para que encontre o seu lugar. Vamos colocá-lo livre, mais pela direita. Se ele estiver bem, é impossível de marcar. Precisamos encontrar o lugar para que volte a desequilibrar - afirmou, em declarações reproduzidas pela agência de notícias "Reuters".
O técnico afirmou ainda que planeja jogar no Brasil com o 4-4-2, e que imagina Guido Pizarro com Javier Mascherano no meio-campo, caso Lucas Biglia não chegue em boas condições. Sendo assim, o são-paulino Buffarini poderia pintar no meio-campo, numa função mais específica para marcar Neymar.
- Não sei se Buffarini começará jogando. Pretendo utilizá-lo como meia, não lateral. Pode entrar num lugar onde, além de quem seja o marcador do ponta, Neymar se coloque muito por esse lado. Sei o que ele pode entrar no meio, sei o que pretendo, por isso o convoquei. Pode ser útil ao time - disse o treinador, que comandou o atleta no San Lorenzo.
A Argentina está em quinto na tabela das eliminatórias, liderada pelo Brasil, após dois empates e uma derrota em jogos em que Messi esteve ausente. Após a partida no Mineirão, a Argentina vai receber a Colômbia em 15 de novembro, em San Juan.
Os convocados para os confrontos contra Brasil e Colômbia:
Goleiros: Nahuel Guzman (Tigres), Sergio Romero (Manchester United) e Gerónimo Rulli (Real Sociedad)
Defensores: Martin Demichelis (Espanyol), Mateo Musacchio (Villarreal), Nicolas Otamendi (Manchester City), Ramiro Funes Mori (Everton), Gabriel Mercado (Sevilla), Facundo Roncaglia (Celta de Vigo), Emanuel Mas (San Lorenzo), Julio Buffarini (São Paulo) e Pablo Zabaleta (Manchester City)
Meio-campistas: Javier Mascherano (Barcelona), Guido Pizarro (Tigres), Lucas Biglia (Lazio), Ever Banega (Inter de Milão), Enzo Perez (Valencia), Nicolas Gaitán (Atlético de Madrid), Ángel Di María (PSG), Marcos Acuña (Racing Club) e Fernando Belluschi (San Lorenzo)
Atacantes: Angel Correa (Atlético de Madrid), Lionel Messi (Barcelona), Gonzalo Higuaín (Juventus), Sergio Agüero (Manchester City), Lucas Pratto (Atlético-MG) e Ezequiel Lavezzi (Hebei Fortune)

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p