Conor McGregor aceita enfrentar Dustin Poirier no UFC

Peso-leve irlandês também promete manter doação à instituição de caridade fundada pelo adversário

A revanche entre Conor McGregor e Dustin Poirier está cada vez mais próxima de se realizar. Após Dana White revelar que o lutador americano já havia aceitado o confronto, o irlandês publicou nas redes sociais que também topou a oferta do UFC, mas que tinha uma condição: a luta tem que acontecer ainda em 2020.
"Olá, Dustin! Eu aceitei a oferta do UFC para enfrentá-lo, mas disse a eles que tem que acontecer em 2020. Estou pronto para 21 de novembro, dados os recentes problemas de lesões do card, assim como qualquer data de dezembro, seja dia 12 ou 19", escreveu o irlandês, que também se comprometeu a doar US$ 500 mil (cerca de R$ 2,8 milhões) à instituição de caridade The Good Fight Foundation, fundada por Poirier. Quando propôs o confronto, McGregor havia sugerido que fosse por caridade.
Agora, depende do UFC fechar a data. Se o confronto se materializar, será uma revanche da luta entre os dois realizada em setembro de 2014, no UFC 178, pelo peso-pena (até 65,8kg). Na ocasião, McGregor nocauteou Poirier no primeiro round. Ele se consagraria campeão da categoria em 2015 e do peso-leve (até 70,3kg) em 2016. Poirier também subiu ao peso-leve logo depois e conquistou o cinturão interino da categoria em 2019.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p