Bottas vence após punição a Hamilton, que fica em terceiro e tem recorde adiado

Inglês comete infração antes da corrida ao treinar largadas em local proibido e fica dez segundos parado nos boxes antes de pit stop

Não é exagero afirmar que o GP da Rússia vencido por Valtteri Bottas foi decidido antes mesmo da prova. Ao treinar largadas em local irregular antes da corrida, Lewis Hamilton cometeu duas infrações e foi punido com a perda de dez segundos antes da troca de pneus. Com o tempo perdido, o inglês perdeu a liderança construída nas primeiras voltas e só conseguiu terminar em terceiro, atrás de Max Verstappen.
Com isso, Hamilton terá de esperar até a próxima corrida, o GP do Eifel, em Nürburgring (Alemanha), para tentar igualar o recorde de 91 vitórias do alemão Michael Schumacher na F1. A corrida será disputada daqui a duas semanas.
Depois de cruzar a linha de chegada, Valtteri Bottas fez um desabafo pelo rádio e disse que a vitória era uma resposta aos críticos. Agora, na classificação do campeonato, Bottas passa a somar 161 pontos contra 205 do líder Lewis Hamilton. Terceiro na tabela, Max Verstappen tem 128 pontos.
Também terminaram a prova na zona de pontuação, da quarta à décima posições, Sergio Pérez (Racing Point), Daniel Ricciardo (RBR), Charles Leclerc (Ferrari), Esteban Ocon (Renault), Daniil Kvyat (AlphaTauri), Pierre Gasly (AlphaTauri) e Alexander Albon (RBR).
O pódio
BOTTAS: "Quando eu fiquei com ar limpo senti que o ritmo era incrível e pude controlar tudo. Nunca desista. É ótimo ter outra vitória e já estava demorando, quero manter o ritmo."
VERSTAPPEN: "Poder separar os carros da Mercedes nós podemos como ficar orgulhosos disso. Apenas tentei fazer a minha própria corrida. Estou muito feliz com o segundo lugar após dois abandonos."
HAMILTON: "Vou pegar os pontos que consegui e ir adiante. Parabéns a Valtteri pela vitória"
Largada
Hamilton fez excelente largada, enquanto Verstappen não pulou bem e foi superado por Bottas. O finlandês atacou o inglês, chegou a estar meio carro à frente, mas não conseguiu completar a ultrapassagem. Mais atrás, Sainz passou reto na curva 2 e, ao tentar voltar à pista contornando os cones, errou e atingiu a barreira de proteção. O carro ricocheteou e ficou no meio da pista. Adiante, Stroll saiu de traseira e bateu. O safety car foi acionado.