Vivo na briga do Estadual, Jaciobá enfrenta o Murici para tentar sair da zona do rebaixamento

Em seu melhor momento na temporada, Azulão do Sertão recebe o Verdão, que quer se manter no G4; jogo será neste domingo (27)

Neste domingo (27), o Campeonato Alagoano terá sua sequência, com a abertura da 5ª rodada. Jaciobá e Murici se enfrentam no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, às 16 horas. Para o Azulão vale um momento fora do Z1, enquanto para o Verdão vale a permanência dentro do G4 do Estadual.

Cenário

O JAC está em um momento muito especial em 2022. Após ser apontado como já rebaixado, o clube engatou vitória atrás de vitória e pontuou pela primeira vez no Alagoano. Na Copa Alagoas, conquistou duas vitórias seguidas, sem sofrer gols, no Alagoano, empatou com o poderoso CRB, por 1 a 1, porém, segue na lanterna, com um ponto.

Por outro lado, o Murici vive um momento ruim na Copa AL, e um momento muito bom no Alagoano. No Estadual, o Verdão da Mata é o atual terceiro colocado, com sete pontos, apenas dois atrás do líder CSA. Por outro lado, vem de duas derrotas seguidas na temporada, ambas na Copa Alagoas.

Revanche?

O duelo deste domingo marca um reencontro, bastante recente entre as equipes. No último dia 20 de fevereiro, pela sexta rodada da Copa AL, os clubes fizeram um embate no Estádio Édson Matias, em Olho d'Água das Flores. Para a surpresa de muitos, quem saiu vencedor foi o JAC, com o placar de 2 a 0.

JAC tentará repetir feito da semana passada, quando venceu por 2 a 0 - Foto: Júlia Pinto

Jaciobá

O clube sertanejo vive um misto de esperança e otimismo em 2022. Após bater CSE e Murici, além de empatar com o CRB, o Azulão ganhou confiança e tem sua primeira chance de deixar a zona do rebaixamento. Em caso de vitória, o Jaciobá somaria quatro pontos, ultrapassando o Desportivo Aliança, apesar de ficar com um jogo a mais.

A mudança veio, especialmente, após a segunda troca no comando técnico. Após iniciar a temporada com Toninho Cobra, mudar para Rogério China, e trocar para o técnico Cabeça, que já emplaca três partidas sem derrotas. Com um estilo defensivo, o Jaciobá parou de sofrer tantos gols. Essa era a pior marca da equipe, já que no próprio alagoano sofreu com 17 gols em apenas quatro jogos.

Sabendo que encontrará uma equipe que também joga nos moldes defensivos, Cabeça pode ter alguns problemas para montar a equipe, porém, não deve mudar o estilo de jogo. Quem tem se destacado é o zagueiro Léo Rito, que tomou a titularidade nos últimos duelos. Batatinha e Caranguejo, no ataque, têm aparecido marcando gols.

Com isso, os jogadores devem ficar nos titulares. Rudinho e Brendo entraram bem, e podem disputar uma vaga. No mais, o JAC deve jogar com: Emanuel; Moura, João Marcos, Léo Rito e Michel; Diego Santos (Rudinho), Álvaro e Francescoli; Júnior (Brendo), Batatinha e Caranguejo.

Murici

Diferentemente do seu adversário, o momento não é dos mais agradáveis para o Verdão. A maratona que teve na Copa Alagoas não foi nada boa, já que acumulou duas derrotas seguidas e corre um sério risco de eliminação. Entretanto, o técnico Jadson Oliveira teve uma semana livre para treinamentos e ajustar os problemas defensivos. Em dois jogos, o Verdão levou cinco gols, principalmente pela bola aérea.

Verdão seguiu sua preparação no Estádio José Gomes da Costa - Foto: Jaílson Colacio

Os desfalques são os principais problemas para Jadson Oliveira. Carlos Alberto rescindiu e foi para o futebol da Jordânia. Quem também acabou deixando o clube foi o lateral Kelvin, em comum acordo. O zagueiro Lucas também está garantido fora do jogo, pois cumpre suspensão, após levar três amarelos.

Por outro lado, Jadson deve ganhar o retorno do meia Morais, que está recuperado fisicamente e provavelmente será titular. Quem pode ser sacado do time titular é Ramon. Além disso, Jone Chulapa, que marcou contra o Aliança, surge como opção para o ataque, enquanto Giovani pode aparecer no meio.

Podendo adotar uma postura um pouco mais ofensiva, o Verdão deve atuar com: Ferreira; Gabriel, Alex, Adalberto e Édson Lucas; João Vítor, Leílson e Morais; James (Giovani), Ramon (Jone Chulapa) e Soares.

Arbitragem

José Ailton da Silva (FAF) apita o duelo no Fumeirão. Aldrin Freire Costa Matias (FAF) e Filipe Rodrigues (FAF) serão responsáveis pelas bandeirinhas, enquanto Carlos Alberto Matias Eloi Junior (FAF) será o quarto árbitro.