Vale taça! Zumbi e Cruzeiro decidem título da 2ª divisão do Alagoano

Alviverde e Azulão tentam levar a taça de campeão, além da vaga na elite do futebol de Alagoas

Agora não tem pra onde correr, neste domingo (31), a partir das 15 horas, conheceremos o grande campeão da 2ª divisão de Alagoas. Zumbi e Cruzeiro de Arapiraca fazem a partida de volta no Estádio Orlandão, em União dos Palmares. Como o time arapiraquense venceu a ida por 1 a 0, joga por um empate para sagrar-se como campeão da Segundona.

Lembrando que segundo a fórmula do campeonato, apenas o campeão consegue o acesso para a 1ª divisão. Zumbi ou Cruzeiro ocuparão a vaga deixada por CEO e Coruripe, rebaixados na última edição do Campeonato Alagoano.

Cenário

Do lado do Zumbi, a situação nos 90 minutos será bem difícil. Com a derrota na partida de ida por 1 a 0, a agremiação de União dos Palmares precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para levantar o caneco. O clube tem o melhor ataque da competição, com 19 gols marcados. Além disso, o Pantera não joga a elite desde 1999.

Max vibra com o único gol da partida de ida da final da 2ª divisão do Estadual - Foto: ASCOM/Cruzeiro de Arapiraca

Do lado cruzeirense, a situação é tranquila. O time entrará em campo com o título nas mãos, já que a vitória na partida de ida permite o clube a empatar. O Urso do Agreste ressurgiu no futebol local em 2019 e tenta colocar dois clubes de Arapiraca na elite de Alagoas após 25 anos, agora como 'Esporte Clube Cruzeiro'

Zumbi

O trabalho dado pelo técnico Jaelson Marcelino foi incansável. Após a derrota no jogo de ida, o clube trabalhou até na véspera da partida, neste último sábado (30). Uma novidade em meio as atividades foi o retorno do meia Felipe André, que finalmente deixou o Departamento Médico do clube. Porém, quem pode ser problema é o meia Dakson.

O jogador foi substituído ainda na etapa inicial do primeiro duelo, o que gerou muita preocupação para o torcedor alviverde. Sem ele em campo, o Verdão não conseguiu uma boa produção ofensiva. Apesar disso, ele tem chances de aparecer no time titular. Caso não apareça, Jupi pode ganhar nova oportunidade.

Felipe André pode aparecer como surpresa no time de Jaelson Marcelino - Foto: Jean Nascimento/Ascom Zumbi

Jaelson deve mexer em algumas peças para tentar surpreender o Cruzeiro. Novamente na desvantagem por perder na ida - assim como na semifinal -, o treinador deve armar um time mais ofensivo com: Cris; Pinheirinho, Pugote, Jair Amaral e Ramos; Palestina, Renato e Dakson (Jupi); Geovany, Tubinho (Marcão) e Reinaldo Alagoano.

Cruzeiro

A semana de trabalhos do Cruzeiro foi um pouco mais discreta que a do adversário. Com a vantagem nas mãos, o técnico Elenilson Santos não quer dar pistas sobre o time que entrará em campo. O Urso viajou para União dos Palmares no sábado (30), um dia antes do jogo para evitar o desgaste da viagem.

Dentro das quatro linhas, o Estrelado deve permanecer com a mesma atitude do jogo de ida. Diferente da derrota para o Agrimaq, o clube conseguiu ser mais ofensivo para anular o Zumbi. Max, autor do gol da vitória, deve ganhar oportunidade, enquanto Palominha briga por uma vaga com Etinho.

Time cruzeirense fez sua preparação no Fumeirão - Foto: Ascom/Cruzeiro

Com isso, Elenilson Santos deve priorizar a mesma formação que venceu a ida que foi um diferente 5-3-2, variando para um 3-5-2: Matheus; Adriel, André Nunes, Marcelo, Neto e Max; Matheuzinho, Danilo Peppa e Kiev (Igor Bahia ou Kiko Alagoano); Etinho (Palominha) e André Rodrigues.

Arbitragem

A arbitragem para a decisão será do nível mais alto possível. Quem apita é Rafael Carlos Salgueiro, do quadro da CBF, representando Alagoas. Seus assistentes também são do quadro nacional com Rondinelle dos Santos Tavares (CBF-AL) e Maxwell Rocha Silva (CBF-AL). O quarto árbitro será Éder Gregori Viana Silva (FAF).