Na véspera da estreia no Alagoano, técnico e nove jogadores deixam o Coruripe

Diretoria do Hulk emitiu uma nota sobre e afirmou que está trabalhando para recompor o elenco para o jogo contra o CRB, neste sábado (20)

Na véspera da estreia no Campeonato Alagoano de 2021, o Coruripe teve uma notícia indigesta: o técnico Elenilson Santos, o seu auxiliar técnico, Paulo Sérgio, e nove jogadores pediram desligamento do clube, no final da manhã desta sexta-feira (19).

Além do treinador, os nove atletas que deixaram o Hulk foram: o goleiro Alexandre, os laterais Chiquinho Balla e Lázaro, o zagueiro Jan Pitter, o volante Jair Amaral, o meia Pedrinho e os atacantes Etinho, André Rodrigues e Luciano.

A direção do clube emitiu uma nota de esclarecimento, dando conta que a decisão da saída de todos eles foi tomada pelo grupo de forma unilateral, o que teria surpreendido os dirigentes. Disse, ainda, que está tomando as providências necessárias, correndo para regularizar os demais atletas, a fim de recompor o elenco para a partida de estreia, que será contra o CRB, neste sábado, às 17 horas, no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe.

O Coruripe assegura que não houve nenhum tipo de discussão ou tumulto seja no estádio ou na Casa do Atleta e que os salários da comissão técnica e dos jogadores, referentes a janeiro último, foram pagos também no final da manhã desta sexta.

Na véspera da estreia do Alagoano, técnico e mais nove jogadores abandonam o Coruripe - Foto: Ascom Coruripe

Confira a nota da direção do Hulk:

A diretoria do Associação Atlética Coruripe destaca que o técnico Elenilson Santos, o auxiliar técnico Paulo Sérgio e mais 10 (dez) jogadores solicitaram desligamento do clube no final da manhã desta sexta-feira 19.

A decisão foi tomada pelo grupo de forma unilateral no que surpreendeu a nossa direção que está tomando providências imediatas no sentido de recompor o elenco para a partida de estreia contra o CRB, neste sábado, no estádio Gerson Amaral.

Informamos ainda, que a decisão do grupo foi acatada pela diretoria sem contestação e que também não houve nenhum tipo de discussão ou tumulto nem no estádio, nem na casa do atleta, onde os salários da comissão técnica e dos jogadores, referente ao mês de janeiro último, foram pagos pelo departamento financeiro também no final da manhã de hoje.

Por fim, aproveitamos para afirmar que neste momento todas as atenções estão sendo direcionadas para a partida diante do CRB, no sábado. Nenhum tema ou assunto deve prevalecer e condicionar nossas atenções e de nossos profissionais que não o jogo de estreia.

A diretoria