Na última rodada da Série D, ASA e Murici não vencem e ficam nas últimas posições

Equipes fizeram a despedida oficial da Série D em 2021 com decepção

Acabou a Série D 2021 para o futebol alagoano. Na tarde deste domingo (5), ASA e Murici - que já estavam eliminados - atuaram na 14ª e última rodada da fase de grupos do nacional. Jogando fora de casa, o Gigante teve sua sequência de vitórias quebrada pelo Atlético de Alagoinhas, que venceu por 1 a 0. Já no interior alagoano, em Murici, os donos da casa jogaram bem, mas apenas ficaram no 2 a 2 com o Retrô.

Os resultados foram fatais e deixaram a dupla alagoana nos dois últimos lugares. O Fantasma finalizou sua campanha no 7º lugar, com 13 pontos conquistados. Foram três vitórias e um empate ao todo. Já o Verdão foi o lanterna disparado, com apenas seis pontos. No total da campanha, somou uma vitória e três empates.

Murici 2 x 2 Retrô

O Murici teve a melhor atuação de uma equipe alagoana no final de semana. Enfrentando um adversário já classificado, o Verdão não teve medo e partiu para cima do clube pernambucano. Edvaldo marcou o primeiro gol muriciense aos 12' do primeiro tempo. Já o artilheiro Igor Bahia ampliou com 13 minutos do segundo tempo.

O placar era ótimo, mas o Verdão da Mata vacilou nos minutos finais. Com gols de Otávio e Ruan, aos 40' e 45', respectivamente, a Fênix conseguiu se recuperar no jogo e levar um ponto para casa. O placar manteve a equipe no quarto lugar do grupo, com 20 pontos. Os pernambucanos enfrentarão o ABC no mata-mata.

Atlético de Alagoinhas 1 x 0 ASA

O placar no interior baiano foi ainda pior. O Fantasma, que vinha de dois resultados positivos, tinha a chance de ganhar uma posição a mais no grupo. Porém, a vitória do Atlético garantiu o quinto lugar para o atual campeão baiano.

O único gol do jogo aconteceu aos 41 minutos do primeiro tempo. Joilson marcou um dos gols mais bonitos da Série D, após acertar uma bicicleta no canto esquerdo do goleiro Dida.

Eliminados, ASA e Murici só devem se encontrar no Alagoano 2022. Na atual temporada, apenas o time arapiraquense volta a campo. Em outubro, o clube encara o Sousa pela primeira fase da Copa do Nordeste.