Na estreia de Roberto Fernandes, CSA enfrenta o Sport, em Recife neste sábado (13)

Jogando para fugir da guilhotina do rebaixamento, o Azulão do Mutange encara o Sport, na Arena Pernambuco, às 16h

Mais um clássico nordestino será disputado, desta vez, pela Série B do Brasileiro. O CSA enfrenta o Sport, pela 24ª rodada da competição. A bola rola na Arena Pernambuco, às 16 horas deste sábado (13). O clube alagoano venceu a última rodada e espera, agora fora de casa, que o desempenho melhore com a chegada de Roberto Fernandes ao comando técnico do elenco. Inclusive, o novo treinador azulino teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e poderá ficar à beira do gramado.

O CSA está na 17ª colocação, com uma promessa de recuperação que aparentemente pode ter começado a sair do papel. Com a demissão de Alberto Valentim, o elenco comandado por Careca, líder da comissão técnica fixa do Azulão, conseguiu demonstrar um desempenho diferente em campo contra o Brusque. Roberto Fernandes vai comandar sua primeira partida com o manto azulino neste sábado. O CSA nas últimas cinco partidas venceu uma, empatou uma e perdeu em três ocasiões.

Já no Sport, o clima na Ilha do Retiro não é dos melhores, após um vexame em Ituano, onde perdeu para a equipe homônima por 4 a 1, na última terça (9). Mas, a semana do Leão foi movimentada, com uma assinatura de peso: o atacante Facundo Labandeira, do Defensor Sporting, do Uruguai, clube de formação de De Arrascaeta, do Flamengo.

Os cinco últimos confrontos do Sport foram mais equilibrados, vencendo uma, empatando duas e perdendo outras duas.

CSA

A grande promessa do Azulão para a reta final da Série B é Roberto Fernandes, terceiro técnico do CSA na temporada de 2022, e precisa da vitória, se quiser evitar o rebaixamento. O mandante foi apresentado ao torcedor azulino na quarta (10), acompanhado por Raimundo Tavares, diretor de Futebol do Azulão.

Técnico instruindo os treinos, realizados no CT do Retrô, em Pernambuco - Foto: Morgana Oliveira/CSA

Acostumado em resgates de clubes abalados e sem constância, o técnico já coleciona passagens por diversos estados, inclusive Alagoas, no CRB, principal rival do CSA, onde atuou de dezembro a maio de 2020.

O objetivo do CSA, nesta temporada, é respirar para não se afogar no Z4, o que demanda que, cada jogo, até o último, seja tão importante, ou mais importante que uma final. São mais ou menos 22 pontos para não se enquadrar nos quatro rebaixados para a Série C de 2023. Para este feito, o CSA precisa de mais sete vitórias e um empate, no mínimo, nos 15 jogos restantes na Série B.

Para o duelo deste sábado, o time não conta com duas peças importantíssimas: o goleiro Marcelo Carné, expulso na última partida, contra o Brusque, e o volante Geovane, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Um possível CSA de Roberto Fernandes, contando com as atuais peças, pode ter: Jean; Jonathan, Lucão, Werley e Diego Renan; Lourenço, Canteros e Gabriel; Lucas Barcelos (Rogério), Osvaldo e Élton (Rodrigo Rodrigues).

SPORT

O Leão da Ilha tem algumas preocupações para esta partida. O meia Everton Felipe sentiu dores no joelho, não viajou para o jogo com o Ituano e é dúvida, o atacante Ray Vanegas passou por um procedimento odontológico de urgência, mas já retomou as atividades na terça. Além deles, Búfalo fez uso de um medicamento sem consulta prévia ou conhecimento do Departamento Médico e apenas pela manhã ele informou sobre as medicações utilizadas, o que o tirou da lista de relacionados.

Mesmo com as baixas, Claudinei Oliveira possivelmente terá à disposição um elenco ágil e, dentro de casa, vai fazer o time alagoano suar.

O Sport deverá ter: Carlos Eduardo; Ewerthon, Fábio Alemão, Sabino e Sander; Fabinho, William Oliveira (Naressi), Denner e Thiago Lopes; Luciano Juba e Kayke (Love).

Arbitragem

Jogando ao lado do regulamento, o trio paranaense comanda a arbitragem da partida. José Mendonça da Silva Júnior (CBF-PR) será o árbitro principal e recebe o auxílio de Ivan Carlos Bohn (CBF-PR) e de Rafael Trombeta (CBF-PR). Michelangelo Martins de Almeida Júnior (CBF-PE) será o quarto árbitro e José Cláudio Rocha Filho (VAR-FIFA) será o árbitro de vídeo.