Mozart, Gabriel e Wellington vão enfrentar o CRB, diz Fábio Lima, médico do CSA

Peças do Azulão estão assintomáticos para Covid e desfalcaram a equipe contra o Jaciobá, na última quinta-feira (27)

O CSA deve contar com o técnico Mozart Santos, o meia Gabriel e o zagueiro Wellington para o clássico contra o CRB, neste domingo (5), às 17h, no Rei Pelé, em Maceió, pela 3ª rodada do Campeonato Alagoano. A informação foi confirmada pelo médico do clube, Fábio Lima, junto ao ge/AL, na manhã desta terça (01/02).

Na última quinta-feira (27), os três testaram positivo para a Covid-19 e desfalcaram a equipe na vitória sobre o Jaciobá, também no Trapichão. Assim, a princípio, ficariam afastados por sete dias. Contudo, segundo o profissional, todos terão condições de trabalhar porque, até a partida, já terão cumprido dez dias de isolamento, obedecendo um dos protocolos exigidos.

"O protocolo reza por três caminhos: o primeiro, isolamento de 10 dias e liberação após os 10 dias; o segundo caminho, isolamento de sete dias, exame negativo e libera no oitavo dia. Para o jogo (contra o CRB), as duas coisas podem ser utilizadas, então, eles não precisam de exame negativo para o próximo jogo porque dariam acima de dez dias ", explicou o médico.

Ainda segundo Fábio, em síntese, o terceiro protocolo exige isolamento de "cinco dias, teste negativo" e que o atleta esteja "sem sintomas", justamente a condição do treinador titular e dos jogadores. "A gente faz por segurança interna, mas pelo tempo eles vão estar tranquilamente liberados para os jogos", completou.

Contra o Jaciobá, o auxiliar Denis Iwamura substituiu Mozart. Além disso, recuperados, o goleiro Marcelo Carné e o lateral Ernandes também jogaram o duelo da 2ª rodada.

Agora, quem não vai jogar tão cedo no CSA é o atacante Clayton, pois precisará fazer uma cirurgia. O jogador se machucou no duelo com o Aliança, realizado na última quinta-feira (20), chegando até a ser carregado nos braços pelo goleiro Flávio, do Aliança.

Além dele, não enfrentam o CRB o zagueiro Werley (em transição), o volante Gabriel Tonini (continua no Departamento Médico), o volante Geovane e os atacantes Dalberto e Bruno Mota.