Mazola Júnior diz que CRB vai entrar em campo "mordido" no clássico

Técnico regatiano acrescenta que "oba-oba" está muito forte do outro lado e que, no domingo, às 18h, todos vão ver "quem é quem"

O CRB vai entrar em campo "mordido". Este é o recado dado pelo treinador Mazola Júnior para o rival no clássico do próximo domingo, no estádio Rei Pelé, na ânsia de compensar os maus resultados da equipe nas últimas partidas, tanto pela Copa do Nordeste, quanto pelo Campeonato Alagoano.
Sem citar nomes, Mazola disse que vai seguir trocando peças. "O nosso forte, que é a jogada pela beirada do campo, não aconteceu nesta última partida. O resultado atrapalha muito, mas continuamos na briga pela classificação na Copa do Nordeste", salientou o treinador, logo após a derrota para o Coruripe, em pleno Rei Pelé, pela 2ª rodada do Nordestão.
Sobre o clássico do próximo domingo, pela 6ª rodada do Alagoano, o comandante regatiano ressaltou ter um dia a mais para trabalhar e recuperar os jogadores que seguem fora do time. Já a atividade desta quarta-feira à tarde se resumiu a um trabalho regenerativo.
Sobre o confronto diante do CSA, Mazola Júnior fez questão de lembrar que seu retrospecto em clássicos "é muito bom":
- Salvo engano, em Pernambuco, só perdi dois de 20 a 22 clássicos que disputei - resumiu.
E justificando os recentes resultados, Mazola frisou que seu time está muito debilitado em termos de grupo, pois, do total de 20 profissionais que vem sendo utilizados, nove estão fora - quatro deles seguem no departamento médico, e cinco ainda não foram regularizados.
- Vamos chegar no clássico mordidos, e esperamos rendimento contrário ao desta noite (ontem) contra o Coruripe. O oba-oba está muito forte do outro lado e, no domingo, às 18h, nós vamos ver quem é quem.