Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

'Home trainning': Goleiros e preparadores comentam rotina de treinamentos

Atividades estão sendo realizada de forma diferente em razão da pandemia do novo coronavírus

CSA e CRB deram início aos treinamentos de forma virtual ("home training") após o fim das férias coletivas de jogadores e da comissão técnica. Isso por que, com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o futebol foi suspenso e segue sem previsão de retorno no Brasil.

E os goleiros, como estão voltando as atividades? Eles, que precisam treinar separados do grupo por terem fundamentos específicos, são os primeiros a entrarem em campo e os últimos saírem. Buscando a resposta para este questionamento, aGazetaweb bateu um papo com os goleiros e seus preparadores: Edson Mardden e Luciano Fragoso, do CRB, e Thiago Rodrigues e Gustavo Scalese, do CSA.

Leia também

No Azulão, Gustavo buscou entender a estrutura que os goleiros tinham para aplicar os dispositivos necessários e, assim, manter a preparação. "Primeiro conversamos com cada um para saber o que eles [jogadores] tinham de material e espaço físico para realizar os trabalhos. Praticamente, o trabalho individualiza dentro do que tem e eles contam com ajuda de algum amigo para fazer atividades com bola. A gente os acompanha semana por semana através dos vídeos para discussão. Após isso, nós passamos um feedback para a comissão técnica. Além disso, eles também treinam a parte física com o resto do elenco", explicou.


				
					'Home trainning': Goleiros e preparadores comentam rotina de treinamentos
FOTO: Matheus Pimenta/Ascom CSA

Já no Galo da Praia, a diferença é visível. Sem poder trabalhar com bola, os arqueiros se juntam aos demais jogadores e apenas realizam treinos físicos com o preparador Tiago Melsert, como relatou Luciano Fragoso, preparador de goleiros do Regatas.

"Estou acompanhando os trabalhos deles através de vídeos com o preparador físico. Neste momento de pandemia, estamos impossibilitados de treinar com bola e nos resta pedir a Deus que isso acabe logo para que possamos trabalhar com bola o mais rápido possível, pois o goleiro tem que trabalhar a parte técnica. Por isso, eles estão se preparando junto ao demais jogadores", disse Fragoso.

O goleiro do clube azulino, Thiago Rodrigues, buscou auxílio com um profissional para manter as atividades técnicas, além da parte física com o preparador Caio Gilli. "Tenho feito trabalhos técnicos com um treinador de goleiros que monta uma programação para mim e passo este planejamento para os profissionais do clube, que dão o aval e eu dou início. Por vezes, eu faço em dois períodos e, em outras, apenas um período. Além de manter a forma física com as atividades do clube. É o novo normal", comentou.


				
					'Home trainning': Goleiros e preparadores comentam rotina de treinamentos
FOTO: Ascom do CRB

Para os jogadores, o importante é manter a forma para ter menores danos possíveis. Edson Mardden, goleiro do CRB, lamenta não poder realizar os trabalhos técnicos e reforça a parte física.

"Infelizmente ainda não podemos treinar separadamente, com treinos específicos. É bastante importante para a nossa posição, e o que tá dando para fazer é trabalho físico e de força, além da musculação para tentar manter o mais próximo da preparação física ideal. E resta torcer para que, o mais breve possível, possamos voltar às atividades normais", frisou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas