Em situações opostas na tabela, CEO e CRB se enfrentam pelo Alagoano

Enquanto a Águia luta para fugir do rebaixamento, o Galo segue soberano rumo à próxima fase da competição estadual; partida acontece nesta quarta (7), às 20h, no Estádio Edson Matias, em Olho d´Água das Flores

CEO e CRB se enfrentam em situações totalmente opostas no Campeonato Alagoano, nesta quarta-feira (7), em Olho d´Água das Flores. Enquanto o time Olhodaguense luta para escapar do rebaixamento, o Galo segue soberano rumo à próxima fase do Estadual. O jogo começa às 20h, no Estádio Edson Matias, e é válido pela 6ª rodada.

O torneio estadual tem, em sua divisão de elite, nove equipes. Na primeira fase, elas se enfrentam em turno único. Ao final das oito rodadas, os quatro primeiros avançam na luta pelo título. Os dois piores são rebaixados para segunda divisão.

Panorama

O CEO vai fazendo uma campanha desastrosa no Campeonato Alagoano. Com um ponto ganho (um empate e quatro derrotas), ocupa a nona – última – posição da tabela de classificação e já colocou um pé na segunda divisão. Restando, apenas, três partidas para disputar, incluindo o jogo desta quarta-feira (7), tem três pontos a menos do que o Coruripe, sétimo colocado e primeiro time fora da zona da degola.

Atual campeão estadual, o CRB caminha - com tranquilidade - na edição 2021 do Alagoano na perseguição ao bicampeonato. Até o momento, o time Alvirrubro acumulou nove pontos na tabela de classificação. Detalhe que, na rodada inaugural, o Regatas nem precisou suar para conquistar os três pontos, visto que o Coruripe não apareceu para disputar a partida e, desta forma, o Galo ficou com a vitória por W.O., pelo placar de 3 a 0.

CEO

O CEO ainda não venceu pelo alagoano. Lanterna no estadual, o time Olhodaguense vive situação complicadíssima na tabela.

O problema da equipe de Olho d´Água é que não tem sido capaz de inspirar confiança em seu poder de reação. Nas cinco partidas que realizou, fez somente um gol. O único ponto que conquistou, no empate sem gols diante do Murici, foi ainda quando o rival estava em fase de arrumação do time.

No duelo mais recente, contra o CSE, quando pôde contar com sua força máxima, não conseguiu fazer frente ao rival. Levou 2 a 0 mostrando pouca evolução.

CEO faz péssima campanha e luta contra o rebaixamento no estadual - Foto: Ascom/CEO

A equipe utilizada na partida anterior deve servir como base para o confronto desta quarta-feira (7). O provável time para o duelo é: Fernando; Diego, Alemão, Arthur e Caio Breno; Anderson Recife, Bruno Kabelo, Dannyel e Roger; Jefferson Carioca e Mika.

CRB

O técnico Roberto Fernandes deve mandar a campo um time alternativo para o jogo desta quarta (7) contra o CEO, visto que a equipe disputa uma partida decisiva com o Altos no próximo sábado (10), pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste, e, no dia 13, faz um jogo eliminatório contra o Paysandu, pela Copa do Brasil, em Belém. Ou seja, Fernandes tem em mente que precisa descansar os titulares e rodar a equipe.

Boas notícias

Além de Edson Mardden, recuperado da pancada sofrida no último domingo (4) contra o Salgueiro, quem também poderá estar disponível para o confronto com o CEO será o volante Wesley. Ao que tudo indica, o jogador está muito próximo de seu retorno. O camisa 8 não joga desde 14 de março, quando se lesionou no Clássico das Multidões, válido pela 3ª rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste.

O volante começou a transição na última semana, e o Galo deixou a torcida mais ansiosa para o retorno do atleta. Com a camisa do CRB, já são 17 jogos e cinco gols.

Galo faz uma campanha ótima na primeira fase do estadual - Foto: Ascom/Salgueiro

Assim, uma provável escalação contra o CEO tem: Edson Mardden (Diogo Silva); Luca Caio, Matheus Stockl, Páscoa (Diego Ivo) e Hugo; Carlos Jatobá, Jiménez e Dudu (Calyson); Darli (Luidy), Régis e Ewandro.

Arbitragem

Denis Ribeiro Serafim (CBf) será o árbitro. Ele será auxiliado por Ruan Luiz de Barros (CBF) e Fernanda Felix da Silva (CBF). O quarto árbitro será Carlos Alberto Matias Eloi (FAF), e José Elias Santos Filho (CBF) será o analista de campo.