Didira destaca motivação em sua volta ao CSA e espera fazer história novamente

Meia afirma que seu retorno ao clube tem sido 'especial' e fala sobre a briga pelo acesso para a Primeira Divisão

O meia Didira retornou ao CSA há pouco mais de um mês e já pôde sentir novamente o carinho da torcida azulina. O meia fez cinco jogos até o momento nesta Série B, sendo três no Rei Pelé, com três vitórias. O meia classificou seu retorno como "especial" e destacou sua motivação para defender as cores do Azulão.

“Meu retorno ao CSA tem sido muito especial até aqui. Tenho trabalhado muito para ajudar e para que possamos conquistar nossos objetivos nesta reta final de Série B. Estou muito motivado e focado. Espero que essa reta final de temporada seja especial para todos", afirmou Didira.

Pela frente, mais um jogo em casa para o ídolo da torcida. No próximo sábado (23), o CSA recebe o Operário-PR no Rei Pelé, em mais um desafio em busca de mais um acesso em sua história. O experiente jogador deixou claro que, para sair com um resultado positivo, o time deverá jogar com inteligência.

"Não podemos vacilar contra o Operário. Temos que fazer um jogo seguro, inteligente, para sairmos com um grande resultado, que nos dará motivação para essa sequência que teremos", disse.

Personagem marcante no último acesso para a Série A em 2018, Didira espera repetir a dose neste ano, mas o cenário é complicado e não depende somente de suas forças. Segundo a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), as chances de acesso do CSA são de 16,5%.

"O acesso, mais uma vez, com o CSA, será muito especial para mim. Participei da história lá atrás e quero repetir isso em 2021. Sou muito feliz por vestir essa camisa", completou.