CSA reencontrará ex-técnico e velhos conhecidos contra o Tombense, em Maceió

Atualmente no Tombense, técnico Bruno Pivetti comandou o Azulão no início de 2021 e conquistou o Alagoano

CSA e Tombense, na próxima semana, marcará um confronto importante para ambos os lados. Entretanto, há um fator curioso, que une as duas equipes. Isso porque, o time mineiro possui em seu vasto elenco alguns personagens que já vestiram azul e branco, em Alagoas. Inclusive, recentemente, já que o atual técnico do Alvirrubro, Bruno Pivetti, teve uma passagem importante pelo Azulão, em 2021.

O treinador, de apenas 38 anos, é tido como uma das maiores promessas no mercado brasileiro. Seu sucesso veio justamente comandando o Tombense, no ano passado. E foi nesse período que o CSA contratou o técnico, na reta final do Alagoano daquela temporada. Novo no mercado do Estado, Pivetti conseguiu bons resultados e faturou o título do Estadual, sobre o CRB.

Entretanto, quando a Série B começou, o desempenho não foi tão bom assim. Por isso, Bruno Pivetti acabou sendo demitido na rodada 9, após um derrota no Clássico das Multidões. Pelo clube marujo, Pivetti somou 12 partidas, com três vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Apesar disso, o treinador se recuperou. Somou passagens por Villa Nova-MG e Goiás, até voltar para o Tombense, em 2022.

Bruno Pivetti foi campeão do Campeonato Alagoano em 2021 - Foto: Ailton Cruz

Pelo clube de Tombos, inclusive, Bruno Pivetti se reencontrou. Após pegar o time na zona do rebaixamento, conseguiu grandes resultados e brigou por uma vaga no G4, em algumas rodadas.

E, no elenco de Pivetti, alguns jogadores conhecem bem o CSA. O principal deles é o meia atacante Bruno Mota. O jogador tem uma passagem bem recente pelo time marujo. Em 2021, Mota brilhou com a camisa azulina, chegando a ser artilheiro do Estadual. Entretanto, seu desempenho caiu e, em 2022, não teve o mesmo destaque. Tais atuações acabaram rendendo o encerramento do vínculo entre atleta e clube. Pelo Tombense, Bruno Mota já fez 12 jogos, mas nenhum gol.

Bruno Mota viveu um dos momentos mais especiais da sua carreira pelo CSA - Foto: Ailton Cruz

Outro jogador que já atuou pelo CSA é o goleiro Felipe Garcia. A passagem de Felipe pelo Mutange foi bem mais discreta, em 2018. Ao todo, só atuou em oito partidas e se transferiu para o clube mineiro, onde vem sendo destaque, desde então.

O plantel da Águia ainda conta com alguns outros jogadores que atuaram em Alagoas, entretanto, vestiram a camisa de outros clubes. O zagueiro Ednei passou pelo CRB há alguns anos. Atuou com a camisa regatiana em 2011, 2012 e 2013. São mais de 40 jogos pelo Galo. Já o lateral esquerdo Manoel, jogou no Galo em 2018, mas foram apenas oito partidas, sem brilho. Outro com passagem discreta pelo Regatas, também em 2018, foi o atacante Alípio, que só atuou dez vezes.

Porém, quem realmente é inesquecível para os alagoanos é o atacante Ciel. Ídolo do ASA e no auge dos 40 anos, Ciel é o principal destaque do Tombense nesta Série B. Pelo clube, neste ano, são 36 partidas com incríveis 17 gols marcados.

Ciel é um dos artilheiros do Tombense na Série B, aos 40 anos - Foto: Victor Souza/Tombense