CRB venceu o Fortaleza por dois ou mais gols de diferença apenas duas vezes na história

São registrados 29 confrontos entre Galo e Leão, onde o time alagoano computa sete vitórias

Sempre às vésperas de uma grande decisão por qualquer torneio mata-mata é gerada uma tensão nas torcidas envolvidas e assim estão os adeptos de CRB e de Fortaleza. Nesta quarta-feira (4) os clubes farão o confronto de volta das oitavas da Copa do Brasil 2021, no Estádio Rei Pelé. O encontro será o 30º na história de Galo e Leão, que desde 1973 se enfrentaram pela Série A, Série B, Série C, Copa do Nordeste e, agora, Copa do Brasil.

Por conta da derrota no jogo de ida, pelo placar de 2 a 1, o CRB precisará partir para cima do Tricolor se quiser se classificar. Já que a edição de 2021 não existe mais o famoso 'gol fora', o Galo precisa vencer por dois ou mais gols de diferença, fato que só aconteceu duas vezes no histórico do confronto, em favor do clube alagoano. Caso vença por um gol apenas, o duelo irá para os pênaltis.

As duas vitórias aconteceram recentemente, em 2013 e 2014, ambas pela Série C. Em 2013, quando ainda era comandado por Roberval Davino, o CRB venceu no Rei Pelé, por 2 a 0, com dois gols de Denílson Samurai.

Em 2014, CRB goleou o Fortaleza por 3 a 0 no Estádio Rei Pelé - Foto: Ailton Cruz

Já em 2014 o placar foi ainda melhor para o time alvirrubro: 3 a 0, que acabou com a até então invencibilidade do Fortaleza na Série C. Naquele dia, o Galo marcou com Clebinho e Magrão, duas vezes, decretando o que é até hoje a maior vitória do CRB sobre o time cearense. No final daquela temporada, os alagoanos conseguiram o acesso para a Série B, enquanto o Tricolor permaneceu na Terceira Divisão.

Na história são 29 jogos, 11 vitórias do Fortaleza, 11 empates e sete vitórias do CRB. O retrospecto, porém, é apertado, apesar da pequena vantagem cearense. Dos últimos sete encontros, foram três vitórias para cada e um empate, o que mostra um equilíbrio imenso para o duelo. Além disso, nos últimos quatro jogos em Maceió, foram quatro vitórias regatianas.

Pênaltis?

Não é novidade para ninguém que o Galo tem mostrado uma grande força quando joga no Rei Pelé, já são incríveis seis jogos sem perder como mandante, sendo apenas um na temporada de 2021 (contra o Palmeiras). Contudo, um dos problemas tem sido a falta de consistência defensiva, já que as vitórias que teve em casa foram apenas por um gol de diferença, o que não é suficiente para a classificação.

A última vez que o CRB venceu por dois gols de diferença foi em 5 de maio, ainda pela última rodada do Campeonato Alagoano 2021. Essa última vitória aconteceu com um time alternativo e quando Roberto Fernandes ainda era técnico do Regatas, com um 4 a 2 sobre o Jacyobá.